FORMAÇÃO DOCENTE E A PEDAGOGIA DO “APRENDER A APRENDER”: AS REFORMAS DA EDUCAÇÃO NA ERA DA INFÂMIA DO CAPITAL / Teacher Education and the Pedagogy of “Learning to Learn”: education reforms in the age of capital infamy

Palavras-chave: Conferências “Educação para Todos”, Competências, Formação Docente, “Education for All” Conferences, Skills, Teacher Education

Resumo

Este artigo expõe o resultado parcial de dissertação de mestrado defendida em abril de 2018. Apoiado em fontes bibliográficas, em dados empíricos e na análise documental, discorre-se sobre as Conferências “Educação para Todos” realizadas em Jomtien (1990), Dakar (2000) e Incheon (2015) e busca-se compreender como seus compromissos têm se inserido nos documentos nacionais, a saber: os Planos Nacionais de Educação (2001-2011 e 2014-2024), leis, decretos, orientações, programas e políticas públicas. Esses documentos disseminadores das teses da Pedagogia do “Aprender a Aprender” sugerem uma formação docente cujo perfil formativo dos professores deve ter como referência as premissas das novas competências e habilidades. A partir das análises, conclui-se que a sociedade do conhecimento apresentada nas Conferências Educação para Todos, por ser a antítese do conhecimento científico, promove o esvaziamento da formação docente na medida em que reduz o conteúdo ensinado à lógica útil e instrumental dos “aprenderes”, tendência que nega o acesso à formação plena ancorada no conhecimento científico historicamente produzido.

ABSTRACT

This paper exposes the partial result of a Master’s thesis defended in April 2018. Drawing from bibliographical sources, empirical data and documentary analysis, the “Education for All” Conferences held in Jomtien (1990), Dakar (2000) and Incheon (2015) are discussed, and it seeks to understand how their commitments have been included in the national documents, namely: National Plans of Education (2001-2011 and 2014-2024), laws, decrees, guidelines, programs and public policies. These documents disseminators of the Pedagogy theses of the “Learning to Learn” suggest a teacher education whose teacher educational profile should be based on the premises of the new skills and abilities. From the analysis, it is concluded that the knowledge society presented at the Education for All Conferences, being the antithesis of scientific knowledge, promotes the emptying of teacher education in so far as it reduces the content taught to the useful and instrumental logic of “learning”, a trend that denies access to full education anchored in historically produced scientific knowledge.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Lilian Fávaro Alegrâncio Iwasse, Universidade Estadual do Paraná - Campus Paranavaí

Mestre em Ensino pelo programa de Pós-Graduação Stricto Sensu da Universidade Estadual do Paraná – UNESPAR, campus de Paranavaí, área do conhecimento Mestrado em Ensino: Formação Docente Interdisciplinar - PPIFOR. Possui graduação em Pedagogia pela Faculdade Estadual de Educação Ciências e Letras de Paranavaí (2003) e Letras/ Inglês - PARFOR pela Universidade Estadual de Maringá. Tem experiência na área de Educação como Professora no Ensino Superior na Universidade Estadual do Paraná - Campus Paranavaí e na Educação Básica no Curso Formação de Docentes em Nível Médio na Modalidade Normal e como Pedagoga em ensino fundamental e médio, com ênfase em Educação. Pós graduação "lato sensu" Especialização em Administração, Supervisão e Orientação Educacional, realizado em 01/03/2003 a 21/09/2003 com duração de 360 horas; Pós graduação "Lato sensu" em Psicopedagogia Institucional e Clínica, realizado em 14/02/2004 a 19/11/2004 com duração de 600 horas e Pós Graduação "lato sensu" em Educação Especial: Atendimento as Necessidades Especiais, realizado em 22/06/2007 05/01/2008 com duração de 360 horas.

Renan Bandeirante Araújo, Universidade Estadual do Paraná - Campus Paranavaí

Professor do corpo docente permanente do Programa de Pós-Graduação Interdisciplinar em Formação Docente da Universidade Estadual do Paraná - Campus de Paranavaí. Possui graduação em História pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (1998) e mestrado em Sociologia do Trabalho pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Unesp/Marília (2002). Doutor em Sociologia pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho - Unesp/Araraquara. Coordenador do Grupo de Pesquisa Economia do Trabalho, Educação e Desenvolvimento Regional, cadastrado no CNPq. Tem experiência docente nas áreas de Sociologia, História, Educação e Ensino, atuando principalmente com os seguintes temas: Modernidade, Trabalho e Globalização, com ênfase em questões que abordam: juventude, reestruturação produtiva, sociabilidade, educação, ensino, trabalho flexível e estranhamento social.

Publicado
2019-12-11
Como Citar
IWASSE, L. F. A.; ARAÚJO, R. B. FORMAÇÃO DOCENTE E A PEDAGOGIA DO “APRENDER A APRENDER”: AS REFORMAS DA EDUCAÇÃO NA ERA DA INFÂMIA DO CAPITAL / Teacher Education and the Pedagogy of “Learning to Learn”: education reforms in the age of capital infamy. Trabalho & Educação - ISSN 1516-9537 / e-ISSN 2238-037X, v. 28, n. 3, p. 115-129, 11 dez. 2019.
Seção
ARTIGOS