MARX, A MERCADORIA FORÇA DE TRABALHO, A PRODUÇÃO E A JUSTIÇA

Autores

DOI:

https://doi.org/10.35699/2238-037X.2022.40754

Palavras-chave:

Marx, Justiça, Crítica ao Direito, Relação-capital, Força de trabalho

Resumo

Analisaremos a noção de justiça em Marx. Procuraremos mostrar que o autor a critica e acredita que só venha à tona quando deixa-se de lado a compreensão real do processo produtivo. Explicitaremos como que o autor de O capital questiona as formas jurídicas e a justiça mostrando que, no modo de produção capitalista, elas pressupõem sempre a relação-capital e, portanto, a compra e venda da mercadoria força de trabalho. Mostraremos, assim, que não há algo como um princípio da justiça em Marx.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Vitor Bartoletti Sartori, Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG)

Doutor em Filosofia do Direito pela USP e Mestre em História Social pela PUC-SP. Professor Adjunto do Departamento de Direito do Trabalho e Filosofia do Direito da UFMG

Referências

ALBINATI, Ana Selva. A ideia de justiça em Marx. In: VI Colóquio Internacional Marx-Engels, 2009, Campinas. VI Colóquio Internacional Marx- Engels, 2009.

ALBINATI, Ana Selva. Estado, Direito e justiça em Marx. In: Revista Síntese V. 46, N. 146. Belo Horizonte: FAJE, 2019.

CASALINO, Vinicius. O capital como sujeito de direito. In: Revista Direito e práxis, V. 10, N. 4. Rio de Janeiro: UERJ, 2019.

COHEN, G.A. Rescuing Justice and equality. Cambridge: Harvard University Press, 2008.

COHEN, G.A. Why not Socialism?. Princeton: Princeton University Press, 2009.

COHEN, G.A. Do socialismo utópico ao socialismo científico; Ludwig Feuerbach e o fim da filosofia clássica alemã. Trad. José Severo de C. Pereira. São Paulo: Fulgor, 1962.

GARGARELLA, Roberto. As teorias da justiça depois de Rawls. Trad. Alonso Reis Freire. São Paulo: Martins Fontes, 2008.

GERAS, Norman. A controvérsia sobre o conceito de justiça em Marx. In: Revista Direito e Práxis, v. 9, n. 1. Rio de Janeiro: UERJ, 2018.

KASHIURA JR., Celso Naoto. Crítica da igualdade jurídica. São Paulo: Quartier Latin, 2009.

KASHIURA JR., Celso Naoto. Sujeito de direito e capitalismo. São Paulo: Expressão Popular, 2014.

KELSEN, Hans. O que é justiça?. Trad. Luís Carlos Borges. São Paulo: Martins Fontes, 1997.

KELSEN, Hans. Teoria comunista do Direito. Trad. Pedro Davoglio. São Paulo: Contracorrente, 2021.

LUKÁCS, György. Ontologia do ser social II. Trad. Nélio Schneider. São Paulo: Boitempo, 2013.

MARX, Karl. Crítica ao programa de Goetha. Trad. Rubens Enderle. São Paulo: Boitempo, 2012.

MARX, Karl. Manuscritos econômico-filosóficos. Trad. Jesus Ranieri. São Paulo: Boitempo, 2010.

MARX, Karl. Miséria da filosofia. Trad. J. C Morel. São Paulo: Icone, 2004.

MARX, Karl. Grundrisse. Trad. Mario Duayer. São Paulo: Boitempo, 2011, p. 82.

MARX, Karl. O capital, Livro I, Volume I. Trad. Regis Barbosa e Flávio R. Kothe São Paulo: Nova Cultural, 1996 a.

MARX, Karl. O capital, Livro I, Volume II. Trad. Regis Barbosa e Flávio R. Kothe São Paulo: Nova Cultural, 1987.

MARX, Karl. O capital, Livro I, Volume II. Trad. Regis Barbosa e Flávio R. Kothe São Paulo: Nova Cultural, 1996 b.

MARX, Karl. O capital, livro II. Trad. Regis Barbosa e Flávio R. Kothe São Paulo: Nova Cultural, 1985.

MARX, Karl. O capital, livro III, Volume I. Trad. Trad. Regis Barbosa e Flávio R. Kothe São Paulo: Nova Cultural, 1986 a.

MARX, Karl. O capital, livro III, Volume II. Trad. Trad. Regis Barbosa e Flávio R. Kothe São Paulo: Nova Cultural, 1986 b.

MARX, Karl. Teorias da mais-valia. Trad. Reginaldo Sant´Anna. São Paulo: Civilização brasileira, 1980.

MARX, Karl; ENGELS, Friedrich. A luta de classes na Rússia. Trad. Nélio Schneider. São Paulo: Boitempo, 2013.

MELOSSI, Dario; PAVARINI, Massimo. Cárcere e fábrica. Trad. Sérgio Lamarão. Rio de Janeiro: Instituto carioca de criminologia, 2006.

NAVES, Márcio Bilharinho. A questão do direito em Marx. São Paulo: Expressão Popular, 2014.

NORRIE, Alan. Punishment, Responsibility, and Justice: a relational critique. Oxford: Oxford University Press, 2000.

PACHUKANIS, E.P. Teoria geral do direito e o marxismo. Trad. Paula Vaz de Almeida. São Paulo: Boitempo, 2017.

RAWLS, Jonh. Uma teoria da justiça. Trad. Altamiro Pisseta; Lenita M. R. Esteves. São Paulo: Martins Fontes, 2000.

RUBIN, Isaac Illich. A teoria do dinheiro em Marx. Trad. Thiago Camarinha Lopes. São Paulo: Instituto Caio Prado Jr., 2020.

RUBIN, Isaac Illich. Teoria marxista do valor. Trad. José Bonifácio de S. Amaral Filho. São Paulo: Polis, 1987.

SAAD FILHO, Alfredo. O valor de Marx. Trad. Alfredo Saad Filho. Campinas: Unicamp, 2011.

SARTORI, Vitor Bartoletti. Acerca da categoria de “pessoa” e de sua relação com o processo de reificação em "O capital" de Karl Marx: um debate com Pachukanis. In: Cadernos de ética e filosofia política, V 1, N 34. São Paulo: USP, 2019 a.

SARTORI, Vitor Bartoletti. Apontamentos sobre justiça em Marx. In: Revista Nomos, V. 37, N. 1. Fortaleza: UNIFOR, 2017.

SARTORI, Vitor Bartoletti. Fetichismo, transações jurídicas, socialismo vulgar e capital portador de juros: o livro III de O capital diante do papel ativo do Direito. Revista da Sociedade Brasileira de Economia política. Niterói: UFF, 2019 b.

SARTORI, Vitor Bartoletti. Marx e as formas jurídicas em O capital. In: Revista Direito e práxis, V.12, N. 4. Rio de Janeiro: UERJ, 2021 a.

SARTORI, Vitor Bartoletti. O Direito no livro III de O capital. In: Revista Humanidades e inovação V. 8, N. 57. Palmas: Unitins, 2021 b.

SARTORI, Vitor Bartoletti. O livro II de O capital e o Direito: um debate com Pachukanis. In: Libertas, V. 20, N.1. Juiz de Fora: UFJF, 2020.

SARTORI, Vitor Bartoletti. Trabalho, educação e a luta pelo comunismo. In: Trabalho e educação V. 23, N. 3. Belo Horizonte: UFMG, 2018.

SHAPIRO, Ian. Os fundamentos morais da política. Trad. Fernando Santos. São Paulo: Martins Fontes, 2006.

Downloads

Publicado

2022-11-04

Como Citar

SARTORI, V. B. MARX, A MERCADORIA FORÇA DE TRABALHO, A PRODUÇÃO E A JUSTIÇA . Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 31, n. 2, p. 77–91, 2022. DOI: 10.35699/2238-037X.2022.40754. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/40754. Acesso em: 30 nov. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS