A RACIONALIZAÇÃO DA NÃO-LIBERDADE HUMANA ATRAVÉS DO TRABALHO, DA TECNOLOGIA E DA EDUCAÇÃO / The rationalize of not human freedom across the work, the technology and the education

Autores

  • Rosilene Horta FAE-UFMG

Resumo

Parece-me que há aspectos ainda não apreendidos sobre a importância da reestruturação capitalista mundial, em que se transmutam os papéis dos Estados com relação aos das empresas transnacionais. São elas que dirigem todo o processo
político, econômico, social e cultural da globalização, através da OMC, do FMI e do BM. Há também uma nova configuração social, com as mudanças nas formas de organização e gestão do trabalho e, conseqüentemente, da educação. Além da renovação dos meios de alienação ideológica. Nesse processo, as tecnologias informacionais ocupam lugar destacado, especialmente por seu caráter de racionalidade instrumental, que está limitada pela eleição dos meios adequados para alcançar os fins pretendidos. Procurarei aqui trazer uma contribuição que talvez estabeleça novas relações entre esses elementos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-05-19

Como Citar

HORTA, R. A RACIONALIZAÇÃO DA NÃO-LIBERDADE HUMANA ATRAVÉS DO TRABALHO, DA TECNOLOGIA E DA EDUCAÇÃO / The rationalize of not human freedom across the work, the technology and the education. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 17, n. 1, p. 55–76, 2010. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/8568. Acesso em: 23 abr. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS