O CURRÍCULO DE UMA ESCOLA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONALIZANTE E A (RE) PRODUÇÃO DAS RELAÇÕES DE GÊNERO

Autores

  • José Angelo Gariglio CEFET - MG
  • Geovanna Passos Duarte Secretaria de Educação - MG

Resumo

Este trabalho diz respeito a uma pesquisa de mestrado, ainda em andamento, que vem sendo construída dentro do Mestrado em Educação Tecnológica do CEFETMG. Intenciona-se analisar em que medida as formas de tratamento do conhecimento escolar, bem como os processos de socialização, experimentados nas práticas de ensino de uma escola profissionalizante de nível médio, contribuem ou
não para a reprodução das relações de desigualdade vividas por homens e mulheres na sociedade em geral e, mais particularmente, no mundo do trabalho. Mais do que isso, tentaremos perceber de que maneira as formas de divisão sexual do trabalho se reproduzem e/ou se re-significam no currículo escolar, tendo em vista as pautas de pensamento e comportamento pedagógico advindos de uma instituição educacional marcada por uma modalidade de ensino singular: a educação profissional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2010-05-19

Como Citar

GARIGLIO, J. A.; DUARTE, G. P. O CURRÍCULO DE UMA ESCOLA DE EDUCAÇÃO PROFISSIONALIZANTE E A (RE) PRODUÇÃO DAS RELAÇÕES DE GÊNERO. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 17, n. 1, p. 186–186, 2010. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/8577. Acesso em: 16 abr. 2024.

Edição

Seção

RESUMOS