O TRABALHO DE TELEATENDIMENTO E AS EXPRESSÕES SUBJETIVAS DE SUAS CONTRADIÇÕES NA SAÚDE DOS TRABALHADORES / The work in call centers and the subjective expressions of its contradictions on workers health

Autores

  • Admardo Bonifácio Gomes Júnior UNILESTE-MG / PUCMINAS
  • Ricardo Augusto Alves de Carvalho Fundação Dom Cabral

Palavras-chave:

Teleatendimento, Subjetividade, Saúde mental, taylorismo

Resumo

Este artigo busca descrever e analisar a posição subjetiva dos trabalhadores de teleatendimento frente às exigências impostas pelo atual modelo de gestão. Está baseado em uma investigação que incluiu análise documental e análise de conteúdo de entrevistas semi-dirigidas e de e-mails de trabalhadores enviados ao sindicato da categoria. Buscamos evidenciar como a gestão atual tributária de um modelo taylorista/industrialista apresenta contradições em seus mecanismos de controle e supervisão e em suas formas de mobilização/modulação do engajamento subjetivo dos teleatendentes aos ideais da empresa de competitividade. Essas contradições, quando não encontram espaços de expressão exteriores ao sujeito, podem ser vivenciadas como um conflito interno, abrindo, assim, o caminho para o sofrimento psíquico e o adoecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Admardo Bonifácio Gomes Júnior, UNILESTE-MG / PUCMINAS

Doutorando em Educação da FaE/UFMG, Professor do Curso de Psicologia do Centro Universitário do Leste de Minas Gerais (UNILESTE-MG) e da PUCMINAS.

Ricardo Augusto Alves de Carvalho, Fundação Dom Cabral

Doutor em Psicossociologia pela Universidade de Paris VII, Mestre em Psicodinâmica do Trabalho - CNAM Paris. Professor da Fundação Dom Cabral (FDC)

Downloads

Como Citar

GOMES JÚNIOR, A. B.; CARVALHO, R. A. A. de. O TRABALHO DE TELEATENDIMENTO E AS EXPRESSÕES SUBJETIVAS DE SUAS CONTRADIÇÕES NA SAÚDE DOS TRABALHADORES / The work in call centers and the subjective expressions of its contradictions on workers health. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 19, n. 2, p. 65–77, 2011. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/8684. Acesso em: 5 dez. 2021.

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos Semelhantes

> >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.