QUE ESPAÇO PARA A FILOSOFIA DA TÉCNICA NA ANÁLISE DO TRABALHO? / What is the role of Philosophy of the Techniques in the analysis of work?

Autores

  • Adriano Rufino Universidade São Tomás de Moçambique

Palavras-chave:

Técnica, Atividade, Ergologia, Epistemologia.

Resumo

O presente artigo analisa, em geral, o lugar da Filosofia no debate das questões da vida social, político-económica a partir do Moçambique actual e, de maneira específica, problematiza a intervenção da Filosofia na análise do trabalho, visto aqui como condição para a transformação da sociedade. Desta forma, o artigo critica o classicismo que confina a Filosofia à simples contemplação da realidade e, fazendo intervir a perspectiva epistemológica, sugere a inclusão problemática do conceito de técnica nos debates epistemológico-filosóficos; a perspectiva ergológica é vista como base dos processos de transformação social.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Adriano Rufino, Universidade São Tomás de Moçambique

Professor da Universidade São Tomás de Moçambique.

Downloads

Como Citar

RUFINO, A. QUE ESPAÇO PARA A FILOSOFIA DA TÉCNICA NA ANÁLISE DO TRABALHO? / What is the role of Philosophy of the Techniques in the analysis of work?. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 20, n. 1, p. 115–121, 2011. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/8708. Acesso em: 19 abr. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS