OS EFEITOS DO NEOLIBERALISMO PARA OS TRABALHADORES DA EDUCAÇÃO DE ALAGOAS

Autores

  • Jailton Lira UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS

Resumo

Resumo

 Este artigo pretende elaborar um panorama da crise fiscal do Estado de Alagoas dos anos 1990 dentro de um contexto de implantação do projeto neoliberal, enfatizando a dominação do setor sucroalcooleiro na condução política alagoana. Salientando as causas principais da crise, procura refletir sobre as consequências diretas para a rede estadual de educação. É destacado o papel desempenhado pelos trabalhadores do setor público, em particular dos profissionais da educação. Sugere algumas reflexões acerca da educação enquanto política pública necessária para o desenvolvimento econômico e social da coletividade

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Jailton Lira, UNIVERSIDADE FEDERAL DE ALAGOAS

MESTRANDO EM EDUCAÇÃO; SECRETÁRIO JURÍDICO DO SINDICATO DOS TRABALHADORES DE EDUCAÇÃO DE ALAGOAS; PRESIDENTE DO CONSELHO DE ALIMENTAÇÃO ESCOLAR DE MACEIÓ; REPRESENTANTE DO COMITÊ REGIONAL DA CAMPANHA NACIONAL PELO DIREITO À EDUCAÇÃO DE ALAGOAS

Downloads

Publicado

2012-02-16

Como Citar

LIRA, J. OS EFEITOS DO NEOLIBERALISMO PARA OS TRABALHADORES DA EDUCAÇÃO DE ALAGOAS. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 20, n. 2, p. 105–115, 2012. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/8712. Acesso em: 28 nov. 2021.

Edição

Seção

ARTIGOS