TRABALHO INFANTIL: UM DESAFIO SOCIAL À EDUCAÇÃO DO CAMPO. AS CRIANÇAS TRABALHADORAS NA ILHA DO GALEÃO, CAIRU-BA / Child labour: a challenge social to education of field. Children working in the Island of Galeão, Cairu-BA, in Brazil

Autores

  • Solange Oliveira da Silva Universidade Federal de Uberlândia-UFU

Palavras-chave:

Trabalho Infantil, Educação do campo, Fracasso escolar

Resumo

O presente artigo, debruçando-se sobre a realidade da criança-trabalhadora na Ilha do Galeão, apresenta e discute algumas políticas públicas de combate ao trabalho infantil. Investiga quais fatores levam as crianças a trabalhar e quais as consequências na aprendizagem e no desempenho escolar, considerando que a prática do trabalho infantil não é algo recente, perpetua-se em nosso país desde a época da escravidão. Considera-se neste construto que, sendo o trabalho infantil prejudicial ao desenvolvimento integral da criança, precisa ser questionado para quebrar barreiras em defesa dos seus direitos. Nesse sentido, apresenta alguns esclarecimentos sobre as causas e consequências desse acontecimento tão complexo que nega a infância e provoca o "fracasso escolar", discutindo sobre possibilidades pedagógicas que estão sendo implementadas pelas escolas na busca de uma melhor qualidade da educação do/no campo.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Solange Oliveira da Silva, Universidade Federal de Uberlândia-UFU

Especialização em Inspeção e Supervisão Escolar pela FACED/UFU, Graduação em Pedagogia: Docência e Gestão em Processos Educativos, pela Universidade do Estado da Bahia.

Downloads

Publicado

2013-05-11

Como Citar

SILVA, S. O. da. TRABALHO INFANTIL: UM DESAFIO SOCIAL À EDUCAÇÃO DO CAMPO. AS CRIANÇAS TRABALHADORAS NA ILHA DO GALEÃO, CAIRU-BA / Child labour: a challenge social to education of field. Children working in the Island of Galeão, Cairu-BA, in Brazil. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 22, n. 2, p. 67–85, 2013. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/8926. Acesso em: 26 out. 2021.

Edição

Seção

ARTIGOS