FUNDAMENTOS DA RELAÇÃO TRABALHO E EDUCAÇÃO

Autores

  • Oder José dos Santos FAE/UFMG

Palavras-chave:

Trabalho, Trabalho e Educação e Marx e Educação

Resumo

O tema dos fundamentos da relação trabalho e educação é examinado, neste artigo, à luz dos ensinamentos de Engels, basicamente no prefácio de O Capital, Livro Segundo, quando se refere às polêmicas travadas com vários críticos que negavam a novidade epistemológica da obra de Marx - a resignificação do conceito de mais-valia. Engels mostra-nos que Marx analisa a questão do trabalho em direção oposta a de seus predecessores: "onde estes haviam visto uma solução, ele viu apenas um problema". Aborda agora um novo problema que exige nova solução. Eis, pois, a "chave para o entendimento de toda a produção capitalista" - compreender, de fato, o reexame da categoria da mais-valia. Para tal, necessário se faz saber o que era valor. Neste quadro, o autor conclui que a análise da educação deve ser feita no interior das condições gerais de produção, aliás constitui mesmo uma dessas condições. Referindo-se às condições gerais da produção e da reprodução da força de trabalho, condições essas decisivas para que existam trabalhadores.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2012-11-06

Como Citar

SANTOS, O. J. dos. FUNDAMENTOS DA RELAÇÃO TRABALHO E EDUCAÇÃO. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 9, p. 27–35, 2012. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/9032. Acesso em: 14 jul. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS

Artigos Semelhantes

> >> 

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.