POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO E PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO EM SÃO PAULO: O ABANDONO DA PROFISSÃO DOCENTE NA REDE PÚBLICA ESTADUAL / Public policies of education and precarious work in São Paulo, Brazil: abandonment of the teaching profession state public

Autores

  • Márcia Regina Saltini Prefeitura de São Paulo
  • Aline Gomes Vidal Prefeitura de São Paulo
  • Afonso Soares Oliveira Sobrinho FADISP

Palavras-chave:

Políticas Públicas, Precarização do Trabalho, Abandono da Profissão Docente.

Resumo

A crise educacional na rede pública estadual tem relação com a prática docente pela ausência de políticas públicas governamentais que estimulem a permanência no quadro do magistério. Muitos professores acabam por adoecer e abandonar a profissão no início da carreira, seja pelos desafios cotidianos, seja pela falta de perspectiva nas condições de trabalho e salário. O abandono definitivo da carreira docente é uma medida mais eficiente do que a acomodação, por exemplo, pois implica o desprendimento total da prática de dar aulas ao invés do seu prejuízo. Assim, a evasão de professores da rede pública de ensino, além de não ser exatamente uma solução para os próprios docentes, já constitui um problema social que afeta diretamente o alunado e a qualidade do ensino público no país. Com essa grande dimensão, trata-se então de uma questão sobre a qual ainda há muito a ser discutido, em especial pelas reformas neoliberais nas políticas de governos locais, como no caso de São Paulo a partir da transferência de responsabilidade da gestão educacional do Estado para a escola.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Márcia Regina Saltini, Prefeitura de São Paulo

Licenciatura e Bacharelado em Geografia pela PUC-SP. Professora do Ensino Médio no Colégio Danthe Alighieri, São Paulo.

Aline Gomes Vidal, Prefeitura de São Paulo

Licenciatura e Bacharelado em História pela USP. Professora de História da Rede Pública Municipal de São Paulo

Afonso Soares Oliveira Sobrinho, FADISP

Doutorando em Direito pela FADISP. Advogado. Membro da Associação Brasileira de Filosofia do Direito e Sociologia do Direito (ABRAFI)

Downloads

Publicado

2014-05-17

Como Citar

SALTINI, M. R.; VIDAL, A. G.; OLIVEIRA SOBRINHO, A. S. POLÍTICAS PÚBLICAS DE EDUCAÇÃO E PRECARIZAÇÃO DO TRABALHO EM SÃO PAULO: O ABANDONO DA PROFISSÃO DOCENTE NA REDE PÚBLICA ESTADUAL / Public policies of education and precarious work in São Paulo, Brazil: abandonment of the teaching profession state public. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 23, n. 1, p. 99–117, 2014. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/9072. Acesso em: 17 out. 2021.

Artigos Semelhantes

Você também pode iniciar uma pesquisa avançada por similaridade para este artigo.