A PROLETARIZAÇÃO DO TRABALHO DOCENTE: ENTRE O MITO, A REALIDADE E A POSSIBILIDADE

Autores

  • Cássio Miranda dos Santos UNI-BH

Palavras-chave:

Trabalho docente, Proletarização, Formação Profissional

Resumo

A questão da profissionalização do professor tem sido amplamente discutida e dentre as análises destaca-se a "tese da proletarização". O presente trabalho procura analisar e discutir a tal teoria, levantando seus aspectos positivos e negativos. Através de um breve histórico do trabalho docente procura também, por meio da identificação das condições de trabalho do professor, avaliar as semelhanças entre o seu trabalho, o trabalho de um profissional e o trabalho de um proletário.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Cássio Miranda dos Santos, UNI-BH

Mestre e doutor em educação pela UNESP/Marília e professor de Didática e Filosofia da Educação no UNI-BH.

Downloads

Como Citar

SANTOS, C. M. dos. A PROLETARIZAÇÃO DO TRABALHO DOCENTE: ENTRE O MITO, A REALIDADE E A POSSIBILIDADE. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 4, p. 137–158, 2013. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/9103. Acesso em: 17 maio. 2022.

Edição

Seção

ARTIGOS