O TRABALHO DAS MERENDEIRAS EM ESCOLAS PÚBLICAS DO OESTE DO PARANÁ: ALIMENTAÇÃO, NUTRIÇÃO E SAÚDE NO ESPAÇO ESCOLAR | The work of the cooks at public schools of the western of Paraná: food, nutrition and health in school space

Autores

  • Gisele Cavanha Tomim Universidade Federal da Integração Latino-Americana
  • Anaxsuell Fernando Silva Universidade Federal da Integração Latino-Americana http://orcid.org/0000-0001-8830-0064

Palavras-chave:

Saúde, Alimentação escolar, Educação Nutricional, Health, School meals, Food and nutritional education

Resumo

This paper presents research results about perceptions related to school feeding among cooks of public schools in western Paraná. This was a descriptive qualitative study with 20 cooks working in education at public schools in this region. For data collection we opted for the technique of the focus group. The information obtained was recorded, transcribed and subjected to content analysis. Deficiencies of physical space, equipment and materials were associated with difficulties in development work and, consequently, in the preparation and distribution of adequate meal. The cooks play an important role in school meals, but few opportunities offered to them to interfere in some issues they perceive inadequate. The work of these professionals end up restricting the operational actions, as other actors and own lunch boxes, do not realize the space to expand its activities in nutrition education.

__

Este trabalho apresenta resultados de pesquisa a respeito das percepções vinculadas à alimentação escolar entre merendeiras de escolas públicas do oeste do Paraná. Tratou-se de um estudo descritivo com abordagem qualitativa com 20 merendeiras trabalhadoras em educação de escolas públicas da região. Para coleta dos dados optou-se pela técnica do grupo focal. As informações obtidas foram gravadas, transcritas e submetidas à análise de conteúdo. As percepções das merendeiras sobre alimentação escolar apareceram vinculadas às características do ambiente escolar e do alimento. As deficiências de espaço físico, de equipamentos e materiais foram associadas às dificuldades no desenvolvimento do trabalho e, consequentemente, na preparação e na distribuição de uma alimentação adequada. As merendeiras possuem um papel importante na alimentação escolar, mas são poucas as oportunidades que lhes são oferecidas para interferir em algumas questões que percebem inadequadas. A atuação dessas profissionais acaba se restringindo às ações operacionais, visto que outros atores e as próprias merendeiras não percebem o potencial existente para ampliar a sua atuação na educação nutricional.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Gisele Cavanha Tomim, Universidade Federal da Integração Latino-Americana

Especialista em Alimentos, Nutrição e Saúde no Espaço Escolar pela Universidade Federal da Integração Latino-Americana (UNILA) e em Segurança Alimentar e Nutricional pela Universidade Federal da Fronteira Sul (UFFS). Graduada em Nutrição.

Anaxsuell Fernando Silva, Universidade Federal da Integração Latino-Americana

Doutor em Ciências Sociais, concentração em Antropologia Social, pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp). Professor da Universidade Federal da Integração Latino-Americana.

Downloads

Publicado

2016-12-26

Como Citar

TOMIM, G. C.; SILVA, A. F. O TRABALHO DAS MERENDEIRAS EM ESCOLAS PÚBLICAS DO OESTE DO PARANÁ: ALIMENTAÇÃO, NUTRIÇÃO E SAÚDE NO ESPAÇO ESCOLAR | The work of the cooks at public schools of the western of Paraná: food, nutrition and health in school space. Trabalho & Educação, Belo Horizonte, v. 25, n. 3, p. 157–172, 2016. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/trabedu/article/view/9561. Acesso em: 22 abr. 2024.

Edição

Seção

ARTIGOS