O cadastro no sistema e posterior acesso, por meio de login e senha, são obrigatórios para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial em curso. Acesso em uma conta existente ou Registrar uma nova conta.

Condições para submissão

Como parte do processo de submissão, os autores são obrigados a verificar a conformidade da submissão em relação a todos os itens listados a seguir. As submissões que não estiverem de acordo com as normas serão devolvidas aos autores.
  • O manuscrito está formatado em arquivo Word for Windows, em folha A4, fonte Times New Roman tamanho 12 e 1,5 de espaço entre linhas, margens direita e esquerda com 3 cm., topo e base com 2,5 cm. com alinhamento justificado.
  • As citações e as referências bibliográficas estão formatadas conforme a normalização da revista.
  • O texto segue os padrões de estilo e requisitos bibliográficos descritos em Diretrizes para Autores, na página Sobre a Revista.

Diretrizes para Autores

A Revista contém 4 seções: a primeira contendo artigos originais que envolvam abordagens associadas à arqueologia histórica, apresentando resultados relevantes para o avanço da disciplina; a segunda resenha versando sobre obras publicadas nacional ou internacionalmente de interesse para a Arqueologia Histórica; a terceira notas e informações que apresentem trabalhos em andamento e a quarta um ensaio fotográfico.

Artigos: A extensão máxima dos artigos não deverá ultrapassar trinta (30) páginas (incluindo bibliografia, figuras e tabelas). Apenas serão aceitos artigos inéditos, em português ou espanhol. Os mesmos devem envolver abordagens teórico-metodológicas relevantes. Serão avaliados pela comissão editorial e por dois pareceristas ad hoc, que decidirão se serão aceitos para publicação.

Resenhas de livros: A extensão máxima não deverá ultrapassar quatro (04) páginas. As mesmas devem versar sobre obras recentemente publicadas no país e no exterior que trabalhem com temáticas relevantes à Arqueologia Histórica.

Notas e Informações: Serão aceitos resumos de teses de mestrado e doutorado, notas e informações sobre congressos e simpósios etc. A extensão máxima não deverá ultrapassar duas (02) páginas.

Ensaio fotográfico:

 

Submissão Online

Os trabalhos devem ser submetidos on line através do sistema O.J.S. da revista. O cadastro no sistema e posterior acesso deve ser feito por meio de login e senha. Este é obrigatório para a submissão de trabalhos, bem como para acompanhar o processo editorial do artigo.

 

Descrição do procedimento de avaliação

O comitê editorial reserva-se o direito de rejeitar qualquer artigo que não apresente uma temática relacionada com a Arqueologia Histórica, que não ofereça uma discussão teórico-metodológica bem desenvolvida, que não cumpra com as normas editoriais ou que não considere as modificações sugeridas pelos pareceristas e/ou editores.

Os autores assumem o crédito e responsabilidade pelo conteúdo publicado, estes devem participar ativamente da discussão dos resultados, cumprindo com os prazos solicitados pelo comitê editorial e se responsabilizando por entregar os artigos com as normas editoriais e o espanhol/português revisados. Após aprovado, os trabalhos serão publicados por ordem de chegada.

 

Guia de estilo

Os manuscritos (Artigos, notas e resenhas) devem ser entregados em formato Word for Windows, em folha A4, fonte Times New Roman tamanho 12 e 1,5 de espaço entre linhas. Margens direita e esquerda com 3 cm., topo e base com 2,5 cm. com alinhamento justificado.

Excepcionalmente serão aceitos trabalhos com maior número de páginas, a depender de decisão da Comissão Editorial.

 

Idioma dos títulos, autores, resumos, palavras-chave e texto

O título do trabalho deve estar em maiúsculo, centrado e com uma tradução em inglês do título original (que pode ser em espanhol ou português). Ao título deve(m) seguir-se o(s) nome(s) do(s) autor(es). Em nota de rodapé devem ser colocados os dados institucionais do(s) autor(es) (combinando informações de unidades hierárquicas correspondentes, tais como: departamento-faculdade-universidade, programa de pós graduação-faculdade-universidade, instituto de pesquisa-universidade, institutos, empresas ou fundações públicas ou privadas, etc), endereço completo para contato (incluindo rua/avenida/logradouro cidade, estado e país) e endereço eletrônico. Os nomes das instituições e programas deverão ser apresentados preferencialmente por extenso e na língua original da instituição ou na versão em inglês quando a escrita não é latina. Quando um autor é afiliado a mais de uma instância, cada afiliação deve ser identificada separadamente. Quando dois ou mais autores estão afiliados à mesma instância, a identificação da instância é feita uma única vez. Em nenhum caso as afiliações devem vir acompanhadas das titulações ou mini currículos dos autores.

Os artigos deverão ser acompanhados de um resumo em português, espanhol e inglês, com um máximo de setecentos (700) caracteres. Também deve ser colocado um mínimo de três palavras-chaves, separadas por virgula. São responsabilidade do(s) autor(es) a tradução do título do trabalho para o inglês, o abstract e palavras-chave.

Os artigos devem ser elaborados seguindo estritamente a seguinte ordem: Título, autor(es) com chamada a nota de rodapé com informações sobre os mesmos, resumo em português, palavras-chave, resumo em espanhol, palavras-chave em espanhol, resumo em inglês, palavras-chave em inglês, texto, agradecimentos, referências bibliográficas em ordem alfabética.

Os originais devem ser encaminhados anexados, com figuras e tabelas por separado através do sistema O.J.S. online.

Lembramos que a revisão gramatical e o cumprimento das normas editoriais são responsabilidade dos autores. Textos encaminhados fora das normas acima definidas serão retornados aos autores antes de serem encaminhados aos pareceristas.

 

Considerações gerais

Títulos primários: Centrados, em maiúscula

Títulos secundários: Em caracteres normais, recuados à esquerda

As notas de rodapé deverão ser usadas somente para informações complementares ao texto que forem estritamente necessárias, devendo ser sequencialmente numeradas.

Ilustrações: As imagens, em número máximo de oito (08) para cada artigo (número que poderá ser ultrapassado em casos excepcionais) deverão ser enviadas separadamente em formato JPG ou TIFF, preto e branco ou colorida, em 300 dpi. Deverão ser indicados o número da imagem e o lugar de inserção no texto.

As imagens e tabelas deverão ser sequencialmente numeradas em algarismos arábicos. No caso das imagens, todas devem ser referenciadas pelo termo “Figura” (mapas, plantas, fotos, gráficos, etc.). O termo “Figura” deve ser escrito por extenso e com a primeira letra em maiúscula, tanto no texto quanto na legenda. Exemplos: 

- Como pode ser observado na Figura 1... 

- A planta do assentamento colonial de Santa Fé (Figura 1). 

A legenda deve conter a descrição da figura e deve estar em letra Times New Roman tamanho 10.

Todas as legendas de figuras devem apresentar a fonte, com exceção dos gráficos. Exemplos:

Figura 1. Planta do assentamento colonial de Santa Fé (Fonte: Mapoteca do Instituto de Geociências da Universidade de São Paulo).

Figura 2. Estrutura de combustão evidenciada na unidade 1 do sítio Paiol Velho (Fotografia do autor).

A legenda deve ser colocada imediatamente abaixo da figura.

As tabelas devem ser sempre referenciadas no texto. Exemplos:

- A Tabela 1 apresenta os dados...

- A análise composicional da cerâmica (Tabela 1)...

A legenda da tabela deve ser posta encima da tabela, identificando a mesma. Exemplo:

Tabela 1. Estruturas identificadas no sítio Paiol Velho

Palavras em outra língua devem ser colocadas em itálico.

Não separar as palavras em silabas ao final de cada linha.

Os números cardinais até o nove devem ser expressados com palavra. Acima do nove devem ser expressados em números arábicos.

Para os números acima de três cifras devem ser usados pontos (ex. 5.000; 10.000).

As unidades de medida devem estar abreviadas, com ponto e em minúscula (ex. cm.; m.; km.).

 

Normalização das citações e referências bibliográficas

As citações devem ser incluídas no corpo do texto indicando: sobrenome do autor, ano da publicação e número de página quando citação direta (Ex. Lima, 2002, p. 118; Funari et al., 2001, p.23). A citação de um texto de dupla autoria deve ser feita com "&" (Ex. Endere & Curtoni, 2009), independente do idioma de origem do texto. Dado que as citações seguem o sistema autor/data, os termos idem e ibidem não devem ser utilizados, cabendo citar novamente o autor referenciado.

Quando a obra citada tem mais de dois autores deve ser colocado só o primeiro e depois et al. em itálica (Ex. Funari et al., 2001, p.23).

As citações textuais de até três linhas devem ir inseridas no texto, entre aspas, sem itálico. No caso de mais de três linhas devem ir separadas do texto por um espaço, sem aspas, sem itálica e em letra Times New Roman 11.

Todas as referências bibliográficas citadas no texto devem estar mencionadas na seção de bibliografia e vice-versa. Estas devem seguir os padrões internacionais da American Psychological Association (APA), disponíveis em https://apastyle.apa.org/

Abaixo alguns exemplos para consulta (os casos não contemplados abaixo devem ser buscados no website da APA):

Livros | Funari, P. & Pelegrini, S. (2006). Patrimônio Histórico e Cultural. São Paulo: Jorge Zahar Editor.

Capítulos de livros | Lima, T. (2002). O papel da Arqueologia Histórica no Mundo Globalizado. In Zarankin, A. & Senatore, M.X. (Org.) Arqueologia da Sociedade Moderna na America do Sul (pp.116-127). Buenos Aires: Editorial Del Tridente.

Artigos em revistas | Tocchetto, F. (2003, Dec). Fica dentro o joga fora? Sobre práticas cotidianas em unidades domésticas na Porto Alegre oitocentista. Revista de Arqueologia da Sociedade de Arqueologia Brasileira, 16(1). 59-69.

Artigos em revistas online | Soares, F., Amorim, C., & Pena, W. Um fio de fumaça nos mares do sul: cachimbos de caulim e masculinidades nas Ilhas Shetland do Sul (séculos XVIII e XIX). (2019, Jul) Revista de Arqueologia da Sociedade de Arqueologia Brasileira, 16(1). 59-69. Retrieved from https://revista.sabnet.com.br/revista/index.php/SAB/article/view/622

Dissertação ou tese | Carvalho, P. (2012). A travessia atlântica das árvores sagradas: Estudos de paisagem e arqueologia em área de remanescente de quilombo em Vila Bela/MT. (Unpublished master's thesis). Museu de Arqueologia e Etnologia, Universidade de São Paulo, São Paulo.

Documento em plataforma eletrônica | Leach. (2019, Jul 10). Mulheres no passado antártico [Blog post]. Retrieved from http://www.leach.ufmg.br/mulheres/Artigos com D.O.I. | Herbst-Damm, K., & Kulik, J. A (2005). Volunteer support, marital status, and the survival times of terminally ill patients. Health Psychology, 24, 225-229. doi:10.1037/0278-6133.24.2.225

Reforçamos que é responsabilidade dos autores as adequações as normas enunciadas. Os artigos que não estiverem as respeitando serão devolvidos para revisão.

 

Política de Privacidade

Os nomes e endereços informados nesta revista serão usados exclusivamente para os serviços prestados por esta publicação, não sendo disponibilizados para outras finalidades ou a terceiros.