Los muñecos de la Ciudad de La Paz, Bolivia. Materiales, representaciones y ciudadanía

  • Juan Villanueva Criales Museo Nacional de Etnografía y Folklore – Carrera de Arqueología, Universidad Mayor de San Andrés
  • Ricardo Vásquez Rivera Carrera de Arqueología, Universidad Mayor de San Andrés
Palavras-chave: estudos materiais, insegurança urbana, cidadania, Bolívia

Resumo

O costume de pendurar bonecos de pano em tamanho natural nas ruas foi detectado a partir da década de 1990 na cidade de El Alto, a mais populosa do oeste da Bolívia, fortemente relacionado à insegurança contra a violência urbana e o linchamento de criminosos. A prática também se mudou para determinadas áreas da cidade de La Paz, onde, contudo, não se tenham registado linchamentos. Neste artigo examinamos os bonecos de La Paz a partir de seus aspectos espaciais, materiais e de representação, para sugerir que, no caso desta cidade, mais diversificada do que El Alto em termos históricos, geográficos e sociais, os imaginários construídos em torno dos bonecos pendurados ajuda definir diferentes formas de cidadania.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-12-31
Como Citar
Criales, J. V., & Rivera, R. V. (2017). Los muñecos de la Ciudad de La Paz, Bolivia. Materiales, representaciones y ciudadanía. Vestígios - Revista Latino-Americana De Arqueologia Histórica, 11(2), 5-27. https://doi.org/10.31239/vtg.v11i2.10443
Seção
Artigos