Arqueologia Portuária em Sergipe: Teoria e Metodologia

  • Paulo Fernando Bava de Camargo Universidade Federal de Sergipe
Palavras-chave: Arqueologia Marítima, Porto, Sergipe, Teoria, Método

Resumo

Este artigo apresenta a fundamentação teórico-metodológica do projeto de pesquisa “Arqueologia portuária em Sergipe: inventário e contextualização de estruturas” desenvolvido na Universidade Federal de Sergipe entre 2013 e 2015. Esboçadas no doutorado do autor (2009), teoria e metodologia hoje se apresentam amadurecidas graças ao melhor entendimento da evolução histórica das pesquisas arqueológicas nos portos bem como de uma maior preocupação com a qualidade da teoria envolvida. Voltou-se, assim, para a Arqueologia extensiva, uma experiência arqueológica bastante adequada para interpretar a concretude do poder a partir do controle da produção, taxação e da distribuição de mercadorias.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2017-12-31
Como Citar
Bava de Camargo, P. F. (2017). Arqueologia Portuária em Sergipe: Teoria e Metodologia. Vestígios - Revista Latino-Americana De Arqueologia Histórica, 11(2), 28-51. https://doi.org/10.31239/vtg.v11i2.10444
Seção
Artigos