O gosto do barro: memória culinária e morfologia das cerâmicas utilitárias de Pernambuco

  • Herbert Moura Centro Nacional de Arqueologia, IPHAN
  • Scott J Allen UFPE
Palavras-chave: Arqueologia Histórica, Panelas de Barro, Cozinha Pernambucana

Resumo

Este artigo busca compreender o motivo pelo qual os utensílios cerâmicos
utilitários encontrados em sítios arqueológicos históricos pernambucanos apresentam formas persistentes no decorrer do tempo, nos levando assim para além dos limites de meras descrições dessas cerâmicas. Para tanto, desenvolveu-se
a pesquisa através de análise de artefatos, publicações científicas, documentos
históricos, iconografia e entrevistas com ceramistas atuais. Tentamos perceber
os ceramistas e os consumidores em um relacionamento que fala do papel da
memória culinária na preparação de alimentos, bem como a fabricação de vasilhames, a partir do século XIX até os dias atuais

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-12-31
Como Citar
Moura, H., & Allen, S. J. (2015). O gosto do barro: memória culinária e morfologia das cerâmicas utilitárias de Pernambuco. Vestígios - Revista Latino-Americana De Arqueologia Histórica, 9(2), 9-32. https://doi.org/10.31239/vtg.v9i2.10571
Seção
Artigos