Arqueologia Histórica do espaço urbano-portuário oitocentista na cidade do Rio Grande, Brasil

  • Rodrigo de Oliveira Torres Laboratório de Reconstrução de Navios, Programa em Arqueologia Náutica, Universidade do Texas A&M, EUA
Palavras-chave: Espaço marítimo, Modernização, Arqueologia Histórica e da Paisagem

Resumo

A Abertura dos Portos em 1808 forneceu as condições políticas para a inserção das cidades portuárias brasileiras nas redes mercantis transatlânticas, iniciando um período de modernização vivenciado pelos emergentes núcleos urbano-portuários nacionais. Baseado em abordagens contemporâneas em Arqueologia histórica e da paisagem, estudei a transformação de lugares e paisagens no espaço marítimo do porto do Rio Grande, buscando conhecer alguns dos processos materiais e sócio-culturais transformativos característicos desta modernização via urbano-portuária.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2015-12-31
Como Citar
Torres, R. de O. (2015). Arqueologia Histórica do espaço urbano-portuário oitocentista na cidade do Rio Grande, Brasil. Vestígios - Revista Latino-Americana De Arqueologia Histórica, 9(2), 148-173. https://doi.org/10.31239/vtg.v9i2.10575
Seção
Artigos