El puerto boliviano de Cobija: correlaciones entre cultura material y su ocupación durante la expansión capitalista en Atacama (1850-1877)

  • Francisco Garcia-Albarido Universidad de Chile
Palavras-chave: Atacama, Cobija, capitalismo, mercadorias, black glass, transfer print, século XIX

Resumo

Neste trabalho discutimos o contexto histórico da "era do capital", no qual boa parte das riquezas minerais do Atacama foram solidamente incorporadas ao sistema econômico capitalista, impulsionado pela Inglaterra a nível internacional. São apresentadas evidências materiais específicas do processo de incorporação mencionado, considerando, para isso, o caso do porto de Cobija, posto comercial refundado pela Bolívia na costa do Pacífico do Atacama durante o século XIX. O correlato arqueológico do contexto histórico mencionado é discutido em função de outros casos conhecidos na costa meridional do Pacífico Sul-americano e considerando que os objetos foram ativamente utilizados para concretizar novas relações sociais ao exportar, tanto novos produtos, como também costumes e ideologias.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2013-12-31
Como Citar
Garcia-Albarido, F. (2013). El puerto boliviano de Cobija: correlaciones entre cultura material y su ocupación durante la expansión capitalista en Atacama (1850-1877). Vestígios - Revista Latino-Americana De Arqueologia Histórica, 7(2), 44-71. https://doi.org/10.31239/vtg.v7i2.10606
Seção
Artigos