Coleções e Colecionadores: vozes da exposição

  • Marcélia Marques Universidade Estadual do Ceará
  • Klaus Hilbert PUC/RS
Palavras-chave: Cultura material, coleção arqueológica, patrimônio cultural

Resumo

Neste trabalho procuramos valorizar as coleções particulares enquanto espaços de exposição que veiculam significados múltiplos na relação entre objetos e pessoas. Comparamos algumas coleções particulares nos estados do Rio Grande do Sul e do Ceará, compostas por objetos pré-históricos e históricos; em todas as práticas de exposição, inclusive em museus institucionais, a noção de tempo está representada nos objetos. Ocorre que nas coleções particulares o modo de explicitar esta dimensão temporal não decorre de referências cronológicas periodizadas. Nas coleções particulares, a voz da autoridade e das concepções de tempo exprime o mundo e a sensibilidade dos próprios colecionadores, misturando conhecimento inventado com conhecimento apropriado.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2012-12-31
Como Citar
Marques, M., & Hilbert, K. (2012). Coleções e Colecionadores: vozes da exposição. Vestígios - Revista Latino-Americana De Arqueologia Histórica, 6(2), 68-85. https://doi.org/10.31239/vtg.v6i2.10630
Seção
Artigos