Fragmentos da história de vida de uma família de artefatos: as vasilhas de pedra-sabão em Minas Gerais - Séculos XVIII a XXI

  • Vinicius Melquíades MAE/USP
Palavras-chave: Arqueologia Simétrica, Vasilhas de pedra-sabão, História de Minas Gerais

Resumo

A partir das propostas que vêm sendo elaboradas pela Arqueologia Simétrica, o presente artigo tem o intuito de acompanhar diferentes aspectos das relações estabelecidas entre humanos e materialidade (aqui representadas pelas vasilhas de pedra-sabão) no processo histórico mineiro (séculos XVIII a XXI). Através do estudo etnoarqueológico em uma comunidade de artesãos atual, somado ao estudo dos artefatos (coleções sítio arqueológico Fazenda do Padre Fraga, Museu da Inconfidência e Museu de Artes e Ofícios) e da produção historiográfica, objetiva-se lançar um novo e alternativo olhar sobre as vasilhas e pedra-sabão, chamando atenção para agente até então esquecidos, como os artesãos e a própria materialidade.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2012-12-31
Como Citar
Melquíades, V. (2012). Fragmentos da história de vida de uma família de artefatos: as vasilhas de pedra-sabão em Minas Gerais - Séculos XVIII a XXI. Vestígios - Revista Latino-Americana De Arqueologia Histórica, 6(2), 89-126. https://doi.org/10.31239/vtg.v6i2.10631
Seção
Artigos