Antártida como narrativa

  • Maria Ximena Senatore CONICET, Universidad de Buenos Aires
Palavras-chave: Teoria narrativa, História Antártica, Arqueologia, Baleeiros e foqueiros, Século XIX

Resumo

Este trabalho trata da criaão da Antártida como parte das narrativas que conformam o mundo moderno ocidental. A proposta gira em torno da compreensão conceitual da Antártida como narrativa. A primeira parte faz uma revisão dos princípios de construção - escrita e material - das Master Narratives do passado antártico, seguida de questionamentos das mesmas, tal como tem sido colocado pela prática arqueológica. Dentro deste marco, a segunda parte propõe alinhamentos teóricos e metodológicos para o estudo da heterogeneidade de paisagens narrativas e histórias materiais que configuram as ilhas Shetland do Sul no século XIX.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2011-12-31
Como Citar
Senatore, M. X. (2011). Antártida como narrativa. Vestígios - Revista Latino-Americana De Arqueologia Histórica, 5(2), 161-184. https://doi.org/10.31239/vtg.v5i2.10656
Seção
Artigos