Los muros que defienden la tierra del mar: arqueología de la guerra y defensa marítima en Cartagena de Indias en el periodo colonial

  • Carlos del Cairo Hurtado Fundacion Erigaie y Terra Firme
  • Catalina Garcia Chaves Fundacion Erigaie y Terra Firme
Palavras-chave: Arqueologia Subaquática, Cartagena, Arqueologia da Guerra

Resumo

Nas escavações realizadas no Baluarte de San Ignacio e a muralha em Cartagen das Indias, foram identificados restos de duas canoas a 4 metros de profundidade em ambiente úmido salino, presumivelmente pertencentes ao século XVIII e cuja utilização foi associada à construção das muralhas. Com base no conceito de paisagem cultural marítima, foram analisados os diversos componentes, usos e funções dessas canoas, tanto como um evidência de construção naval quanto de uma técnica de engenharia de transformar uma área marinha em zona terrestre como marco de sua estratéfia defensiva territorial na época colonial.

Downloads

Não há dados estatísticos.
Publicado
2010-06-30
Como Citar
Hurtado, C. del C., & Chaves, C. G. (2010). Los muros que defienden la tierra del mar: arqueología de la guerra y defensa marítima en Cartagena de Indias en el periodo colonial. Vestígios - Revista Latino-Americana De Arqueologia Histórica, 4(1), 36-63. https://doi.org/10.31239/vtg.v4i1.10699
Seção
Artigos