Aspectos epidemiológicos da saúde bucal de crianças em um município brasileiro

  • Patrícia Aleixo dos Santos Domingos Universitário de Araraquara - UNIARA
  • Daniela Garcia Ribeiro Universidade Estadual Paulista - UNESP
  • Welingtom Dinelli Universitário de Araraquara - UNIARA
  • Carlos Augusto Staufackar
  • Juliana Álvares Duarte Bonini Campos Universidade Estadual Paulista - UNESP

Resumo

As ciências da saúde adotam previamente ao planejamento dos programas preventivos, os instrumentos de análise do perfil populacional chamados de levantamentos epidemiológicos para obtenção de dados sobre a necessidade de cuidados e a possibilidade de tratamento dos eventos em saúde. O objetivo deste estudo foi avaliar a condição dentária de crianças de 5 a 14 anos pertencentes a escolas da rede pública de ensino do município de Américo Brasiliense, SP, por meio da obtenção dos índices ceod e CPOD, porcentagem de crianças sem experiência de cárie e prevalência de fluorose dentária. Para esse levantamento epidemiológico participaram 1137 escolares. Os exames clínicos foram realizados por 4 cirurgiões-dentistas calibrados de acordo com os critérios de diagnóstico recomendados pela OMS em 1997. Para análise das informações obtidas foi elaborado um banco de dados no programa Excel e realizada estatística descritiva mediante a
elaboração de tabela. Os resultados mostraram que 94% dos escolares de 5 anos não tinham experiência de cárie, no entanto, o índice ceod encontrado foi de 1,44. No que se refere à idade de 12 anos, o valor do CPOD
foi 1,19. No que diz respeito à fluorose na faixa etária entre 05 e 14 anos, os resultados mostram menor prevalência aos 8 anos (0,00%) e maior prevalência aos 14 anos (6,19%). Dessa forma, concluiu-se que o
município de Américo Brasiliense-SP tem desenvolvido programas educativo-preventivos nas escolas e unidades básicas de saúde com sucesso, haja vista os resultados satisfatórios do levantamento epidemiológico.
Descritores: Perfil de saúde. Cárie dentária. Índice CPO.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patrícia Aleixo dos Santos Domingos, Universitário de Araraquara - UNIARA
Departamento de Ciências Biológicas e da Saúde, Centro Universitário de Araraquara (UNIARA), Araraquara, SP, Brasil
Daniela Garcia Ribeiro, Universidade Estadual Paulista - UNESP

Departamento de Materiais Odontológicos e Prótese, Faculdade de Odontologia de Araraquara, Universidade Estadual
Paulista (UNESP), Araraquara, SP, Brasil

Welingtom Dinelli, Universitário de Araraquara - UNIARA
Departamento de Ciências Biológicas e da Saúde, Centro Universitário de Araraquara (UNIARA), Araraquara, SP, Brasil
Carlos Augusto Staufackar
Cirurgião-Dentista
Juliana Álvares Duarte Bonini Campos, Universidade Estadual Paulista - UNESP

Departamento de Odontologia Social, Faculdade de Odontologia de Araraquara, Universidade Estadual Paulista (UNESP),
Araraquara, SP, Brasil

Referências

1. Oliveira AGRC, Unfer B, Costa ICC, Arcieri RM, Guimarães LOC, Saliba NA. Levantamentos epidemiológicos em saúde bucal:
análise da metodologia proposta pela Organização Mundial de Saúde. Rev Bras Epidemiol. 1998; 1:177-89.
2. Perin PCP, Garbin AJI, Perin LFMG, Pereira MA, Abreu KCS. Percepção e condição de saúde bucal em crianças numa instituição na
cidade de Lins/SP. Rev Fac Odontol Lins. 2004; 16:33-8.
3. Prado JS, Aquino DR, Cortelli JR, Cortelli SC. Condição dentária e hábitos de higiene bucal em crianças com idade escolar. Rev Biociênc. 2001; 7:63-9.
4. Cypriano S, Sousa MLR, Wada RS. Avaliação de índices CPOD simplificados em levantamentos epidemiológicos de cárie dentária.
Rev Saúde Publica. 2005; 39:285-92.
5. World Health Organization. Oral health surveys: basic methods. 4th ed. Geneva: 1997.
6. Ministério da Saúde. Levantamento epidemiológico em saúde bucal 1996: cárie dentária. Disponível em: http://tabnet.datasus.gov.br/cgi/sbucal/sbdescr.htm. Acesso em 15 mar. 2009.
7. Narvai PC, Castellanos RA. Levantamento das condições de saúde bucal - Estado de São Paulo, 1998: caderno de instruções. São Paulo: Núcleo de Estudos e Pesquisas de Sistemas de Saúde, Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo; 1998.
8. Moimaz SAS, Martins CCA, Santos NB, Saliba NA. Aplicação de métodos epidemiológicos nos serviços de saúde bucal da região metropolitana de Belo Horizonte-MG. Arq Odontol. 2004; 40:221-8.
9. Rihs LB, Sousa MLR, Cypriano S, Abdalla NM, Guidini DDN, Amgarten C. Atividade de cárie na dentição decídua, Indaiatuba, São Paulo, Brasil, 2004. Cad Saúde Pública. 2007; 23: 593- 600.
10. Rihs LB, Silva DD, Sousa MLR. Cárie dentária em crianças de município sem fluoretação da água, 2004. Odontologia Clín Científ. 2008; 7:43- 6.
11. Bastos JRM, Magalhães AS, Silva RHA. Levantamento epidemiológico de cárie dentária no município de Poço Fundo, Minas Gerais, nos anos de 1999 e 2003. Arq Odontol. 2006; 42:124-32.
12. Gomes PR, Costa SC, Cypriano S, Sousa MLR. Paulínia, São Paulo, Brasil: situação da cárie dentária com relação às metas OMS 2000 e 2010. Cad Saúde Publica. 2004; 20:866-70.
13. Narvai PC, Frazão P, Roncalli AG, Antunes JLF. Cárie dentária no Brasil: declínio, polarização, iniquidade e exclusão social. Rev Panam Salud Pública. 2006; 19:385-93.
14. Bönecker M, Cleaton-Jones P. Trends in dental caries in Latin American and Caribbean 5-6 and 11-13-year-old children: a systematic review. Community Dent Oral Epidemiol. 2003; 31:152-7.
15. Nadanovsky P. O declínio da cárie. In: Pinto VG. Saúde Bucal Coletiva. 4 ed. São Paulo: Santos, 2000:341-51.
16. Nomura LH, Bastos JLD, Peres MA. Dental pain prevalence and association with dental caries and socioeconomic status in
schoolchildren, Southern Brazil, 2002. Braz Oral Res. 2004; 18:134-40.
17. Pereira SM, Tagliaferro EPS, Cortellazzi KL, Ambrosano GMB, Mialhe FL, Meneghim MC. Estimate of DMFT índex using teeth most
affected by dental caries in twelve-year-old children. Rev Saúde Pública. 2009; 43:179-82.
18. Regis-Aranha LA, Rebelo MAB, Souza SMFM, Parente RCP. Cárie dentária em escolares de 12 anos de idade de Boa Vista, Roraima, Brasil. Cad Saúde Pública. 2008; 24:2449-50.
19. Sartori LA. Prevalência da doença cárie em escolares de 5 a 14 anos, na cidade de Alfenas- MG. Rev Un Alfenas. 1999; 5:1-10.
20. Cypriano S, Hoffman RHS, Sousa MLR, Wada RS. Dental experience in 12-year-old schoolchildren in Southeastern Brazil. J Appl
Oral Sci. 2008; 16:286-92.
Publicado
2016-05-10
Como Citar
Domingos, P. A. dos S., Ribeiro, D. G., Dinelli, W., Staufackar, C. A., & Campos, J. Álvares D. B. (2016). Aspectos epidemiológicos da saúde bucal de crianças em um município brasileiro. Arquivos Em Odontologia, 46(2). Recuperado de https://periodicos.ufmg.br/index.php/arquivosemodontologia/article/view/3531
Seção
Artigos