UMA PROPOSTA PARA A ELABORAÇÃO DO JOGO PEDAGÓGICO A PARTIR DA CONCEPÇÃO DE ESQUEMAS CONCEITUAIS

Autores

Palavras-chave:

Jogo Pedagógico, Lúdico, Educação Formal, Esquemas Conceituais

Resumo

Este artigo teórico objetiva apresentar uma proposta de construção de jogo pedagógico a partir da concepção de esquemas conceituais. Tal proposta foi desenvolvida em tese de doutorado de um dos autores do artigo, que trabalhou com a construção de conhecimento a respeito de conceitos biológicos evolutivos a partir da elaboração de um jogo pedagógico. Para tanto, os autores discutem inicialmente sobre a concepção de jogos recreativos a partir da ótica de três esquemas conceituais, os esquemas: Regras, Interação Lúdica e Cultura. Posteriormente, após caracterizar o jogo pedagógico, de acordo com discussão realizada sob a luz da literatura específica, os autores apresentam e discutem em detalhes o esquema primário proposto por eles para se pensar o jogo pedagógico, o esquema Educação Formal. Por fim, eles apontam que a proposta pode ser utilizada para se pensar e elaborar jogos pedagógicos não somente para o ensino das Ciências Naturais praticado na Educação Básica, mas em qualquer disciplina vinculada à Educação Formal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fernando Aparecido de Moraes, Universidade Federal de Jataí

Possuo graduação em Ciências Biológicas - modalidade Licenciatura, pela Universidade Federal de Goiás - UFG (2002), mestrado (2009) e doutorado (2020) em Educação em Ciências, pelo Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Matemática da UFG. Atuo como professor da Unidade Acadêmica Especial de Ciências Biológicas da Universidade Federal de Jataí - GO. Tenho experiência na área de Educação, com ênfase em Educação Ambiental, formação de professores e metodologias lúdicas voltadas ao ensino, atuando principalmente nas seguintes áreas: Educação Ambiental, Ensino de Biologia e Ciências e Formação de Professores.

Márlon Herbert Flora Barbosa Soares, Universidade Federal de Goiás

Cursei Licenciatura em Química na Universidade Federal de Uberlândia (UFU), entre 1992 e 1998. Desde 1993, até antes de me mudar para São Carlos -SP em 1999 para cursar o mestrado, ministrava aulas de química e física no ensino médio público. Em 2001, após dois anos, terminei meu mestrado na Universidade Federal de São Carlos (UFSCar), trabalhando com ensino de química analítica. Minha dissertação versava sobre a caracterização e aplicação de corantes naturais de flores em equilíbrio químico, mudança de coloração, indicadores naturais enfim. No mesmo ano, 2001, logo após a defesa de dissertação, fui aprovado para o doutorado em química, também pela UFSCar, minha tese versava sobre o uso de jogos em ensino de química. Conclui o doutorado em 2004, três anos após meu ingresso e dois anos após ter sido aprovado em concurso público para professor assistente na Universidade Federal de Goiás, onde estou atualmente. Hoje sou professor Associado IV e um dos professores da área de ensino de química do Instituto de Química da UFG. Coordeno o Laboratório de Educação Química e Atividades Lúdicas (LEQUAL), grupo registrado no Diretório de Grupos de Pesquisa do CNPq e que também conta com financiamento deste mesmo órgão. Fui coordenador do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação a Docência do curso de Licenciatura em Química do IQ - UFG entre 2008-2012. Coordenei o estágio de licenciatura por 5 anos, entre 2003 e 2008, período de direcionamento, implantação e regulamentação do estágio docente no Brasil e na UFG. Sou pesquisador do Núcleo de Pesquisa em Ensino de Ciências (NUPEC) da UFG, com financiamento do CNPq e do FINEP. Orientei 12 alunos de doutorado, 30 alunos de mestrado e 22 alunos de Iniciação Científica até o presente momento, além de 25 monografias de final de curso, implantadas em 2007 na licenciatura em Química da UFG. Atualmente, oriento 6 alunos de mestrado e 6 alunos de doutorado pelo PPGQ E PPGECM da UFG. Publiquei até o momento 80 artigos em periódicos especializados e 300 trabalhos em anais de eventos científicos, sendo 89 deles, trabalhos completos. Tenho 16 capítulos de livro publicados, e no final do ano de 2008, lancei meu primeiro livro: Jogos em Ensino de Química, teoria, métodos e aplicações, que se encontra na 2a edição no ano de 2015. No ano de 2018 lanço um livro novo: Didatização Lúdica no Ensino de Química/Ciências, em parceria com Cleophas, M. G. Finalmente, as linhas de pesquisa em que atuo são: Jogos e Atividades Lúdicas Aplicadas ao Ensino de Química; Ciência e Religião; Formação de Conceitos; Inclusão Digital de Professores de Ciências e Robótica Educacional em Ensino de Ciências.

Downloads

Publicado

2021-12-03

Edição

Seção

Artigos