PARQUE TEMÁTICO, POPULARIZAÇÃO E PESQUISA AMAZÔNICA

A PROPOSTA DO BOSQUE DA CIÊNCIA/INPA

Autores

  • Saulo Cezar Seiffert Santos Universidade Federal do Amazonas http://orcid.org/0000-0001-7890-1886
  • Marcia Borin da Cunha Universidade Estadual do Oeste do Paraná - Unioeste

Palavras-chave:

Educação não formal, Museu de Ciências, Espaço de Ciência e Tecnologia, INPA

Resumo

Os parques temáticos são espaços de entretenimento e de aprendizagem científico-cultural por meio das atividades educativas. Nos estados que compõem a Amazônia brasileira há poucos museus de ciências do tipo clássico, todavia, há ambientes abertos com a presença do verde e do vivo. Assim, o objetivo aqui foi realizar uma caracterização de uma Espaço de Ciência e Tecnologia na Região Norte, com suas características amazônicas, que realiza investigação científica e que promove a popularização dessa pesquisa junto às audiências em espaço de visitação física. Realizamos a escolha de uma instituição de Ciência e Tecnologia que promove popularização científicas das suas pesquisas, no caso, em Manaus/AM, o Instituto Nacional de Pesquisa da Amazônia (INPA), no seu espaço de extensão, o Bosque da Ciência. Recebemos no início de 2018 documentos relacionado aos planejamentos, relatórios, solicitações de visitas e publicidade, no qual realizamos uma análise de conteúdo do tipo temático. Os dados indicaram que a equipe de monitores realiza estágio curricular, com duração média de seis meses, ligada ao turismo e ao manejo florestal, os visitantes são na sua maioria do público escolar da educação infantil e ensino fundamental, e suas motivações de visita estão ligado ao cultivo do enriquecimento cultural oriundo do espaço amazônico. Consideramos que o modelo de monitoria pode ser melhorado com ações de maior interiorização dos monitores na instituição, adotar uma visão do parque temático como museu para adoção de equipe multidisciplinar educativa para além do edutenimento, mas uma visão de patrimônio amazônico.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Saulo Cezar Seiffert Santos, Universidade Federal do Amazonas

Doutor em Educação em Ciências pela Universidade Estadual do Oeste do Paraná (UNIOESTE), Mestre em Ensino de Ciências pela Universidade do Estado do Amazonas (UEA), graduação em Licenciatura em Ciências Biológicas pela Universidade Federal do Amazonas (UFAM). Professor adjunto do Departamento de Biologia do Instituto de Ciências Biológicas na Universidade Federal do Amazonas.

Marcia Borin da Cunha, Universidade Estadual do Oeste do Paraná - Unioeste

Pós-doutora em Educação na Universidade Federal de São João del-Rei (Brasil). Professora Associada da Universidade Estadual do Oeste do Paraná - UNIOESTE, Docente do Programa de Pós-Graduação em Educação em Ciências e Educação Matemático - PPGECEM, Campus de Cascavel-PR (Brasil).

Publicado

2022-05-06

Edição

Seção

Artigos