Prática de Docência em História em tempos de pandemia

percepções de licenciandos/as

Autores

Palavras-chave:

formação de professores, ensino de História, prática de docência.

Resumo

O objetivo deste artigo é refletirmos sobre o ensino de História a partir da experiência realizada junto a estudantes do curso de Graduação em História/UFPR durante o desenvolvimento da disciplina Prática de Docência no ano letivo de 2020. Como parte das atividades da referida disciplina estava o acompanhamento de aulas remotas ofertadas pela Secretaria de Estado da Educação do Paraná (SEED-PR) e a sistematização de registros por meio do diário de campo. Para as reflexões deste artigo abordaremos as observações feitas pelos/as próprios licenciandos/as acerca de aulas remotas voltadas para os Anos Finais do Ensino Fundamental e para o Ensino Médio. A partir desse material, aqui assumido como fonte, pretendemos discutir as percepções dos/as licenciados/as sobre a relação ensino aprendizagem, considerando o debate metodológico presente nas aulas acompanhadas. Como resultado apontamos a presença do dilema quantidade x qualidade (aprofundamento, problematização) de conteúdo; a forma de mediar o conhecimento acadêmico e o conhecimento histórico escolar e a característica mnemônica das atividades propostas nas aulas remotas, em detrimento de problematizações que consideram a argumentação dos alunos ao se relacionarem com o conhecimento histórico. Para a análise destas questões utilizamos como referência as contribuições de Pierre Bourdieu, em especial os conceitos de habitus e de campo, as do campo da Educação Histórica com Jörn Rüsen, para refletir acerca da formação da consciência histórica e as de Ana Zavala, para pensar a prática docente e o sentido destas observações na formação inicial de professores de História.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Nadia Gaiofatto Gonçalves, Universidade Federal do Paraná

Licenciada, Especialista e Mestre em História (UNESP), Doutora em Educação (USP) e Pós-Doutora em Educação (UFRJ). Professora Associada da Universidade Federal do Paraná, no Departamento de Teoria e Prática de Ensino e no Programa de Pós-Graduação em Educação.

Ana Cláudia Urban, UFPR

Licenciada em História e Mestre em Educação (UEPG/PR), Doutora em Educação (UFPR), Docente do Departamento de Teoria e Prática de Ensino da UFPR e dos Programas de Pós-Graduação em Educação (PPGE/UFPR) e de Mestrado Profissional em Ensino de História/UFPR. Contato claudiaurban@uol.com.br

Publicado

2022-01-13

Edição

Seção

Dossiê - Formação Docente e Práticas Pedagógicas: tempos, tensões e invenções