PERSPECTIVAS DE FORMAÇÃO DE PROFESSORES NOS TRABALHOS DAS FEIRAS CATARINENSE DE MATEMÁTICA

UM OLHAR PARA A CATEGORIA PROFESSOR

Autores

Palavras-chave:

Movimento em Rede de Feiras de Matemática, formação de professores, concepção de formação

Resumo

A formação de professores no Brasil tem sido foco de interesse e pesquisas nas últimas décadas e tem contribuído para a compreensão e o avanço da área. Porém, quando seu direcionamento caminha para Feiras de Matemática, tais pesquisas ainda são incipientes. Com vistas a contribuir para que este dado se modifique, o presente estudo é o resultado de uma pesquisa qualitativa centrada na problemática: que perspectivas de formação de professores podem se revelar a partir dos textos escritos decorrentes dos trabalhos apresentados na categoria Professor nas Feiras Catarinense de Matemática? Para isso, o corpus de análise foi constituído de 38 publicações registradas nos anais do evento, relativas à categoria Professor, no tocante ao período de 2014 a 2019. A análise descritiva e interpretativa do corpus revelou que há distintas perspectivas de formação de professores: uma, em maior destaque, mais próxima da racionalidade prática; outra, mais relacionada à racionalidade crítica e, por fim, uma terceira relacionada à racionalidade técnica. Portanto, é possível evidenciar uma tendência dos professores expositores a relatarem práticas que buscam superar o tradicional, valorizando destacadamente as ações oriundas de suas próprias experiências bem-sucedidas, mas também com vistas a algo advindo da práxis. Concluímos indicando a pertinência de discussões no âmbito da Feira acerca das implicações de cada uma das perspectivas de formação identificadas, bem como sugerindo problematizar a categoria Professor.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Morgana SCHELLER, Instituto Federal Catarinense - Campus Rio do Sul

Doutora em Educação em Ciências e Matemática, pesquisa Modelagem e linguagem científica. Atua nas licenciaturas de Matemática e Pedagogia e também Ensino Médio Integrado. Tem experiência em Iniciação Científica e Iniciação científica Jr, além de Estágio Supervisionado Obrigatório, Pesquisa e processos educativos e Metodologias de Ensino de Matemática.

Publicado

2022-10-05

Edição

Seção

Artigos