O CATOLICISMO NOS LIVROS DIDÁTICOS DE EDUCACIÓN CÍVICA Y MORAL DURANTE O GOVERNO DE STROESSNER, NO PARAGUAI

Autores

Palavras-chave:

história da educação, ensino secundário, religião católica, ditadura

Resumo

Perscrutamos sobre a confluência entre a concepção de moral e de religião, presente em dois livros didáticos da disciplina escolar Educacíon Civica y Moral, destinados ao ensino secundário, produzidos e utilizados no Paraguai, durante o governo de Alfredo Stroessner (1954 a 1989), em meio às reformas educacionais paraguaias de 1957 e 1973, pautadas pelo Ministério da Educação e Culto.  Analisamos os livros didáticos a partir dos referenciais teórico-metodológicos da análise de conteúdo e da história das disciplinas escolares, tendo como base a história da educação paraguaia no período ditatorial. Concluímos, pela análise dos livros didáticos de educação moral e cívica, que a religião católica serviu como argumento para convencer os jovens e adolescentes a se manterem pacíficos, respeitando a “vontade de Deus”, no que diz respeito à obediência à autoridade, contribuindo assim, para manter a organicidade da nação paraguaia durante a ditadura.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kênia Moreira, UFGD

Historiadora. Doutorada em Educação Escolar (UNESP). Professora/pesquisadora na Faculdade de Educação e no Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal da Grande Dourados, vice-líder do GEPHEMES (Grupo de Estudos e Pesquisas em História da Educação, Memória e Sociedade) e líder do NEPCE (Núcleo de Estudos e Pesquisas em Cultura Escrita).

Ruth Eliza Leivas Vareiro, Universidade Federal da Grande Dourados

Graduada em Pedagogia. Bolsista de Iniciação Científica (CNPq).

Publicado

2022-10-07

Edição

Seção

Artigos