MAPEAMENTO SISTEMÁTICO DE TECNOLOGIAS SOCIAIS NO BRASIL: SUBSÍDIO PARA FORMAÇÃO DOCENTE NO INSTITUTO FEDERAL DE SERGIPE

Autores

  • GRAZIELLA ROLLEMBERG Instituto Federal de Sergipe
  • MÁRIO ANDRÉ DE FREITAS FARIAS Instituto Federal de Sergipe

Palavras-chave:

Educação Profissional e Tecnológica, Tecnologias Sociais, Produto educacional, Formação docente

Resumo

O debate sobre as Tecnologias Sociais tem chegado a vários setores da sociedade, incluindo
as instituições de ensino e pesquisa. Entretanto, ainda são poucos os projetos desse tipo produzidos
nesses contextos e há carência na formação voltada para o desenvolvimento prático desse tipo de
intervenção em comunidades brasileiras, o que dificulta sua viabilização, sobretudo em contextos
educacionais, nos quais é preciso planejar e avaliar as ações educativas.
Neste artigo, as TS são analisadas sob a perspectiva de sua aplicação à Educação Profissional e
Tecnológica, especificamente nos Institutos Federais. São apresentados os resultados de um Estudo de
Mapeamento Sistemático que selecionou estudos primários indicativos de aspectos metodológicos de
desenvolvimento de projetos concretos de TS implementados em comunidades brasileiras. Ao final do
mapeamento, 186 artigos, i.e. apenas 5,9% da amostra analisada, evidenciaram a metodologia aplicada ao
desenvolvimento da TS. A partir da discussão dos resultados do mapeamento, foi conduzida uma Análise
Temática para analisar qualitativamente padrões significativos do conjunto de dados que revelassem
métodos e processos de produção de TS, no sentido de sistematizar um produto educacional de formação
docente. O produto propôs trilhas colaborativas de desenvolvimento de TS adequadas às especificidades
locais com a meta de elaborar um projeto em TS aplicável a seus Campi de atuação no Instituto Federal
de Sergipe (IFS). Como forma de aplicação e avaliação do produto educacional, foi desenvolvido um
Estudo de Caso com docentes e técnicos do IFS – Campus Lagarto que resultou em bons prognósticos
de aplicação mais ampla.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Publicado

2021-12-03

Edição

Seção

Artigos