Dimensões e abordagens de uma (nova?) Gestão de Unidades de Informação e Cultura (UICS)

reflexões preliminares

Autores

Palavras-chave:

Unidades de Informação e Cultura, Gestão de Unidades de Informação e Cultura, Dimensões e abordagens para Gestão, UICs, ICUs

Resumo

Objetiva-se com este estudo identificar quais são as principais dimensões relacionadas à gestão de Unidades de Informação e Cultura, considerando o ‘estado da arte’ das abordagens teórico-conceituais sobre o tema. Para isso, realizou-se uma revisão de literatura nas bases de dados Scopus e Scielo, considerando-se publicações entre 2017 e 2021, em língua portuguesa, espanhola e inglesa. Do total de 180 artigos recuperados, 75 foram selecionados para a composição deste trabalho, sendo que, desses, 30 foram lidos em totalidade. Dimensões como ‘usuários’ ‘liderança’ ‘estratégia’ ‘inovação’, ‘colaboradores’, ‘contexto interno’, ‘entorno’, ‘indicadores’ e ‘tecnologia’ foram identificadas como salutares no processo de gestão dessas unidades de informação no atual contexto contemporâneo. Abordagens relacionadas a aprendizagem organizacional, tais como, arquivos de log, metodologia de multicritério em apoio à decisão, balanced scorecard e data envelopment analysis foram apontadas como auxiliadoras no processo de gestão das dimensões identificadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

AMARAL, F.V.; CORRÊA, E.C.D. Contribuições da Biblioteconomia e Ciência da Informação para a gestão de bibliotecas universitárias. Rev. Dig. Biblioteconomia e CI. v.18. Campinas, SP. 2020. 16 p.

ARAÚJO, C.A.A. Arquivologia, Biblioteconomia e Museologia: Um diálogo possível. 2014. Ed. Briquet de Lemos. 200 p.

ASHIQ, M.; REHMAN, S.; SAFDAR, M.; ALI, H. Academic library leadership in the dawn of the new millennium: a systematic literature review. The Journal of Academic Librarianship 47 (2021) 102355. p 1-10.

BARNISKIS, S. C. Access and express: Professional perspectives on public library makerspaces and intellectual freedom. Public Library Quarterly, 35, 2016. p. 103–125.

BASSO, A.; CASARIN, F.; FUNARI, S. How well is the museum performing? A joint use of DEA and BSC to measure the performance of museums. Omega 81 (2018) p. 67–84.

BESSI, V. G.; ZIMMER, M. V.; GRISCI, C. L. I. O panóptico digital nas organizações: Espaço-temporalidade e controle no mundo do trabalho contemporâneo. Organizações & Sociedade, 14(42), 2007. p. 83-96.

BIOLCHINI, J.; MIAN, P.G.; NATALI, A.C.C.; TRAVASSOS, G.H. Systematic review in software engineering. System Engineering and Computer Science Department COPPE/UFRJ, Technical Report ES, v. 679, n. 05,2005. p. 45.

BOYLAN, P.J. Introdução. Como Gerir um Museu: Manual Prático.BOYLAN, P.J. (Org.). Paris: ICOM, 2004.

BULTRINI, L.; NEWMAN, W. Knowledge management and library innovation in a changing world. International Federation of Library Associations and Institutions 2020, Vol. 46(1). p 3–4.

COSTA, L.F.; SILVA, A.C.P.; RAMALHO, F.A. Para além dos estudos de uso da informação arquivística: a questão da acessibilidade. Ci. Inf., Brasília, DF, v. 39 n. 2,, maio/ago., 2010. p.129-143.

FAQUETI, M.F.; DUTRA, S.K.W.; ALVES, J.B.M.; CUNHA.C.J.C.A. Aprendizagem organizacional: a experiência vivida por bibliotecários de uma biblioteca universitária. Biblios No 67 (2017). ISSN 1562-4730 (online). p.16 – 29, 2017.

FÉLIX, C. M. C;. SCHEFER, M. C. Gestão democrática: Uma breve revisão de literatura (2010-2019). Revista Prâksis. Novo Hamburgo, a. 17, n. 3, set./dez. 2020. p.69-84.

HERNÁNDEZ, P. A importância da satisfação do usuário. Documentação de Ciências da Informação, 34 2011.p. 349-368.

HOTT, D.F M.; FRAZ, J.N. Acessibilidade, tecnologia assistiva e unidades de informação: articulações à realidade da inclusão. Perspectivas em Ciência da Informação, v.24, n.4. 2019. p. 199-210.

JADHAV, D.; SHENOY, D. Measuring the smartness of a library. Library and Information Science Research 42 (2020) 101036. p.1 -11.

LAGUNAS, E.A.; RODRIGUEZ, J.O.; AGUIRRE, M.C.D. Uma análise da percepção que os usuários locais e externos têm dos serviços de biblioteca em uma macrouniversidade no México. Revista Ibero-americana de Pesquisa e Desenvolvimento Educacional. ISSN 2007-7467 v.9 n.18 Guadalajara, 2019. 12 p.

LUCCHI, E. Environmental Risk Management for Museums in Historic Buildings through an Innovative Approach: A Case Study of the Pinacoteca di Brera in Milan (Italy). Sustainability, 12, 5155. 2020. 22 p.

MARTÍNEZ-COMECHE, J.A. Determinación de grupos de usuarios de bibliotecas digitales mediante el análisis de ficheros log. Revista Española de Documentación Científica 40(3), 2017. 19 p.

MITRA, S.; BANERJEE, S. Information Management in Special Archives of Kolkata: A Case Study. DESIDOC Journal of Library & Information Technology, Vol. 39, No. 3. May 2019. p. 139-142.

MORILLAS, J.L.H. Estrategias sobre colecciones en bibliotecas universitarias españolas. Revista Española de Documentación Científica 44(1), 2021. p. 1-16.

MOURA-PAULA, M.J.; MOREIRA, P.A.A.; FERRAZ, D.L.S. Técnicas de gestão e silenciamento organizacional: o relato de um gerente. 2017. Revista Organizações & Sociedade 27(93),ISSN 1984-9230. p. 216-230. 2020.

PARASURAMAN, A.; ZEITHAML, V.; BERRY, L. Um modelo conceitual de qualidade de serviço e suas implicações para pesquisas futuras. Journal of Marketing , 49 (4), 1985. p. 41-50.

PEREIRA, C.P.C.; VARVAKIS, G. Avaliação e tomada de decisão em uma biblioteca universitária a partir de indicadores de desempenho. Transinformação vol.30 no.2 Campinas. 2018. 14 p.

SANTA ANNA, J. Relações paradigmáticas entre Arquivologia e Ciência da Informação: a vivência prática de um arquivo. Biblios N. 72 (2018) ISSN 1562-4730. p. 51 - 66.

SILVEIRA, M.M.; VIANNA, W.B. Construção e legitimação de modelo multicritério para a gestão da inovação em bibliotecas. Revista Interamericana de Bibliotecología, 42(3). p 223-234. 2019.

SOUZA, R.M.; ORNSTEIN, S.W. Gestão de museus a partir da aplicação da Avaliação Pós-Ocupação. O caso do Museu Histórico e Cultural de Jundiaí, São Paulo. An. mus. paul. vol.28 São Paulo. Epub Apr 06, 2020. 32 p.

VARHEIM, A.; SKARE, R. LENSTRA, N. Examining libraries as public sphere institutions: Mapping questions, methods, theories, findings, and research gaps. Library and Information Science Research 41 (2019). p. 93–101.

Downloads

Publicado

2021-12-04

Como Citar

DUTRA, L. F. .; PEREIRA, F. C. M.; DIAS, A. C. T. de M. . Dimensões e abordagens de uma (nova?) Gestão de Unidades de Informação e Cultura (UICS): reflexões preliminares. Múltiplos Olhares em Ciência da Informação, [S. l.], n. Especial, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/moci/article/view/37065. Acesso em: 18 maio. 2022.