Sistemas de Organização do Conhecimento para o domínio do conhecimento de Geociências

em busca das categorias para a Pesquisa Mineral

Autores

  • Gabriela Silva Caetano Universidade Federal de Minas Gerais https://orcid.org/0000-0001-9102-8997
  • Carlos Henrique Marcondes de Almeida Universidade Federal Fluminense (UFF)

Palavras-chave:

Sistema de Organização do Conhecimento, Categorias, Pesquisa Mineral

Resumo

Este trabalho busca subsídios para a Organização do Conhecimento no domínio da Pesquisa Mineral. A linguagem natural possui fenômenos como sinonímia, homonímia ou, no contexto brasileiro, o regionalismo que geram ambiguidade semântica. As buscas em um Sistema de Recuperação da Informação requerem o uso da linguagem, essa prática linguística pode ser utilizada de muitas maneiras e em vários contextos, portanto, os Sistemas de Organização do Conhecimento – SOCs atuam como auxiliares nesse processo de busca em linguagem natural para a conversão da linguagem controlada. A base de qualquer representação de um domínio é um sistema de categorias. Que categorias podem ser identificadas na literatura científica e nos SOCs de Geociências para representar a área de Pesquisa Mineral? O objetivo deste artigo é identificar os padrões e estado da arte dos SOCs para a área de Geociências, e reunir as variações de representação da área de Pesquisa Mineral destes SOCs. A metodologia utilizada foi a pesquisa bibliográfica e análise de conteúdo dos documentos recuperados. Os resultados apontaram que grande parte da produção foi realizada em 2018, os países dos autores foram as duas maiores potências econômicas mundiais, EUA e China. Relacionado à análise dos modelos conceituais, acredita-se que eles não são suficientes para o objetivo proposto, como hipótese disso é levantado a questão da confidencialidade das informações geocientíficas. Acredita-se que ações para a padronização do conhecimento da Pesquisa Mineral auxiliará a melhorar a produtividade econômica da área, a fomentar a pesquisa e gerar novos conhecimentos.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ANTONIALLI, Rodrigo Cesar. Framework para Integração Semântica de Dados Geoespaciais: integração de dados geológicos. 2015. 126 f. Dissertação (Mestrado) - Curso de Ciência da Informação, Unesp, Rio Claro, 2015.

ARANALDE, Michel Maya. Reflexões sobre os sistemas categoriais de Aristóteles, Kant e Ranganathan. Ciência da Informação, Brasília, v. 38, n. 1, p. 86-108, jan./abr. 2009. Disponível em: <http://www.scielo.br/pdf/ci/v38n1/06.pdf>. Acesso em: 10 dez. 2015.

ARISTÓTELES. Categorias. Lisboa: Instituto Piaget, 2000. (Pensamento e Filosofia).

CAMPOS, M. L. A.; GOMES, H. E. Organização de domínios de conhecimento e os princípios ranganathianos. Perspectivas em Ciência da informação, Belo Horizonte, v. 8, n. 2, p. 150-163, jul./dez. 2003. Disponível em: https://brapci.inf.br/_repositorio/2010/11/pdf_1ec0949a1a_0012907.pdf. Acesso em 15 out. 2020.

CPRM. Serviço Geológico do Brasil. Disponível em: http://www.cprm.gov.br/publique/. Acesso em: 19 jul. 2021.

GILCHRIST, A. et al. Logic and the Organization of Information: an appreciation of the book of this title by Martin Frické. A set of short essays. Journal of Information Science, v. 39, n. 5, p. 708-716, 2013. Disponível em: http://dx.doi.org/10.1177/0165551513480310. Acesso em: 03 set. 2020.

HJØRLAND, Birger. What is Knowledge Organization (KO)? Knowledge Organization, Frankfurt, v. 35, n. 2/3, p. 86-101, 2008.

JACOBI, Pedro. A influência das junior companies na exploração mineral e na economia de um país. 2013. Disponível em: http://www.geologo.com.br/MAINLINK2013.ASP?VAIPARA=%C2%A0%20A%20influencia%20das%20junior%20companies. Acesso em: 19 jul. 2021.

KASHYAP, M. Similarity between Ranganathan´s postulates and Chen´s entity-relationship approach to data modeling and analysis. DESIDOC Bulletin of Information Technology, v.21, n.3, p.3-16, 2001. Disponível em: https://pdfs.semanticscholar.org/e50a/a9031360629b944fdec039a3512aca478399.pdf. Acesso em: 29 out. 2014.

MARINI, O. J. et al. Pesquisa Mineral e mineração para todos. [s.l]: ADIMB, 2018.

SOERGEL, Dagobert.. The Rise of ontologies or the reinvention of classification. Journal of the American Society of Information Science, v. 50, n. 12, p.1119-1120, 1999.

ZENG, Marcia Lei. Knowledge Organization Systems (KOS). Knowledge Organization, [S.L.], v. 35, n. 2-3, p. 160-182, 2008. Nomos Verlag. http://dx.doi.org/10.5771/0943-7444-2008-2-3-160.

Downloads

Publicado

2021-12-04

Como Citar

CAETANO, G. S.; ALMEIDA, C. H. M. de. Sistemas de Organização do Conhecimento para o domínio do conhecimento de Geociências: em busca das categorias para a Pesquisa Mineral . Múltiplos Olhares em Ciência da Informação, [S. l.], n. Especial, 2021. Disponível em: https://periodicos.ufmg.br/index.php/moci/article/view/37070. Acesso em: 18 maio. 2022.

Artigos mais lidos pelo mesmo(s) autor(es)