Padrão de metadados no domínio museológico

Autores

  • Fábio Rogério Batista Lima Universidade Estadual Paulista - (UNESP) Campus de Marília.
  • Plácida Leopoldina V. A. C. Santos Universidade Estadual Paulista - (UNESP) Campus de Marília.
  • José Eduardo Santarém Segundo Universidade Estadual Paulista - (UNESP) Campus de Marília.

Palavras-chave:

Padrão de metadados para obras de arte. VRA Core. Acervo digital. Museu no ambiente Web.

Resumo

É no ambiente Web que os museus estão tornando acessíveis, de forma digital, grande parte das informações sobre seu acervo. No entanto, essas informações estão sendo disponibilizadas de forma não estruturada. Isso dificulta a troca de dados, a comunicação e a interoperabilidade entre sistemas de museus, que necessitam de padrões de metadados adequados para gerenciar e disponibilizar informações vinculadas a seus acervos. A questão de investigação é: como os padrões de metadados podem contribuir para os museus de arte? O estudo é de caráter teórico de nível descritivo e exploratório. O resultado da análise demonstrou que nos museus de arte brasileiros não são utilizados padrões de metadados, e tampouco há literatura nacional que aborde esse tema. Contudo, em alguns países utiliza-se alguns padrões destinados ao universo museológico, dentre os quais o mais adequado para a catalogação de obras de arte no ambiente digital é o VRA Core.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fábio Rogério Batista Lima, Universidade Estadual Paulista - (UNESP) Campus de Marília.

Departamento de Ciência da Informação - Área: Informação, Tecnologia e conhecimento.

Plácida Leopoldina V. A. C. Santos, Universidade Estadual Paulista - (UNESP) Campus de Marília.

Departamento de Ciência da Informação - Área: Informação, Tecnologia e conhecimento.

José Eduardo Santarém Segundo, Universidade Estadual Paulista - (UNESP) Campus de Marília.

Departamento de Ciência da Informação - Área: Informação, Tecnologia e conhecimento.

Downloads

Publicado

2016-09-30

Edição

Seção

Artigos