Empréstimo de dispositivos de leitura em bibliotecas: análise de experiências

Autores

  • Liliana Giusti Serra Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho (UNESP)
  • José Fernando Modesto da Silva Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes

Palavras-chave:

Livros digitais, Dispositivos de leitura, Empréstimo digital

Resumo

Os livros digitais estão aumentando sua presença nos acervos das bibliotecas. Contudo, sua inclusão nas rotinas bibliotecárias causa dúvidas, desde as possibilidades de aquisição, às formas de acesso e utilização pelos usuários. O objetivo deste artigo é alertar as bibliotecas brasileiras para o processo de implantação dos livros digitais por meio de empréstimo de dispositivos de leitura. Metodologicamente, trata-se de estudo descritivo exploratório, que por meio de levantamento bibliográfico elabora revisão de literatura sobre as experiências que identificam aspectos positivos e negativos na adoção e uso de dispositivos de leitura como forma de acesso dos conteúdos digitais. São analisadas as experiências da River Forest Public Library e Mentor Public Library (MPL). Na discussão dos resultados, elenca-se recomendações que devem ser consideradas pela biblioteca ao optar pela implantação de serviço de empréstimo de dispositivos de leitura. As considerações finais destacam que a inclusão de dispositivos de leitura em bibliotecas e sua circulação são iniciativas interessantes, mas não podem ser consideradas políticas para acesso de livros digitais pelos usuários. Entretanto, pode ser adotada por instituições que ainda não estão familiarizadas com os dispositivos e com a experiência da leitura de livros digitais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Liliana Giusti Serra, Universidade Estadual Paulista Julio de Mesquita Filho (UNESP)

Doutoranda em Ciência da Informação na Universidade Estadual Paulista, UNESP. Mestre em Ciência da Informação pela Universidade de São Paulo, na Escola de Comunicações e Artes – ECA/USP. Especialista em Gerência de Sistemas pela Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo (FaBCI/FESPSP). Profissional da informação da Prima (SophiA Biblioteca). Experiência nas áreas de automação, gestão de acervos, gerenciamento de documentação eletrônica, bibliotecas e conteúdos digitais.

José Fernando Modesto da Silva, Universidade de São Paulo. Escola de Comunicações e Artes

Graduação (1980) e Mestrado (1989) em Biblioteconomia e Documentação pela Pontifícia Universidade Católica de Campinas. Doutorado em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (2001). Estágio Pós-Doutoral na Universidade Carlos III de Madrid, Espanha (2008/2009). Atualmente é professor da Universidade de São Paulo. Experiência acadêmica na área de Ciência da Informação, com ênfase em Organização e Representação da Informação. Temas de interesse e pesquisa: Automação de Bibliotecas e Serviços de Informação; Dados Abertos (Open Data); Formatos de Intercâmbio Bibliográfico; Metadados; Repositórios Digitais; Representação Descritiva; Software Livre para Gestão de Bibliotecas; Internet e Redes Sociais. Todos os temas aplicados aos estudos teóricos e práticos no ambiente da informação registrada (sob aspecto da descrição bibliográfica).

Downloads

Publicado

2017-07-07

Edição

Seção

Artigos