Etiquetagem colaborativa nas bibliotecas: o caso da Literatura

Autores

  • Patrícia Almeida Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra

Palavras-chave:

Folksonomia, etiquetagem colaborativa, bibliotecas, Literatura.

Resumo

Com o paradigma informacional da web 2.0, chega aos serviços de informação e documentação um conjunto de práticas provenientes da folksonomia, entre elas a atribuição de etiquetas por produtores e consumidores de recursos online. Estudos revelam que algumas bibliotecas têm já implementado um catálogo 2.0 e beneficiam da colaboração dos seus utilizadores em diversas áreas do saber, contudo escasseiam trabalhos na área da Literatura, tradicionalmente não indexada. Com o intuito de verificar se a etiquetagem colaborativa seria um fator de enriquecimento do catálogo e melhoraria o serviço prestado pelas bibliotecas nesta área do saber, realizou-se um estudo de caso com obras literárias de Almeida Garrett, recorrendo-se, para tal, aos dados da plataforma LibraryThing. Confirmaram-se o predomínio de informação correta, com valor acrescentado, bem como a ocorrência de alguns dos aspetos problemáticos, referidos em investigações anteriores. Assim, defende-se uma folksonomia assistida na atribuição de etiquetas para a Literatura e conclui-se que este sistema seria vantajoso para o utilizador de um catálogo 2.0, para o profissional da informação e para a construção coletiva de conhecimento.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Patrícia Almeida, Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra

Formação académica: - Licenciada em Línguas e Literaturas Modernas (Faculdade de Letras da Universidade do Porto); - Especializada em Linguística (Faculdade de Ciências Sociais e Humanas da Universidade do Algarve); - Pós-graduada em Leitura, aprendizagem e integração das bibliotecas nas atividades educativas (Faculdade de Psicologia e de Ciências da Educação da Universidade do Porto); - Mestre em Educação e Bibliotecas (Universidade Portucalense); - Doutoranda em Ciência da Informação (Faculdade de Letras da Universidade de Coimbra).

Downloads

Publicado

2018-06-29

Edição

Seção

Artigos