Mediação: perspectivas conceituais em educação e ciência da informação

Autores

  • Rovilson José da Silva Professor Adjunto do Departamento de Educação (UEL) e do Curso de Especialização em Gestão de Biblioteca Escolar do Departamento de Ciência da Informação da UEL – PR
  • Oswaldo Francisco de Almeida Júnior Professor Associado da UEL e Professor permanente do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da UNESP-Marília - SP

Palavras-chave:

Mediação. Educação. Ciência da Informação

Resumo

O texto aborda o conceito de mediação, utilizado tanto na área de Educação quanto na Ciência da Informação, numa trajetória que transita do aspecto epistemológico do vocábulo até aproximá-lo à perspectiva do materialismo histórico, dialético, marxiano que influencia a obra de Vygotsky (1995) e Bakhtin (1997); também dialoga com Freire (2003) e Almeida Júnior (2015), autores que têm sido utilizados nas áreas em destaque. Nesse âmbito, usa-se o método bibliográfico para discutir perspectivas do conceito de mediar defendido pela Educação e pela Ciência da Informação, tendo como suporte aspectos da teoria vigotskiana. Conclui que ambas as áreas possuem convergências e divergências que podem ser equalizadas para um melhor aproveitamento da mediação em prol da leitura, da formação do leitor em ambas as áreas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rovilson José da Silva, Professor Adjunto do Departamento de Educação (UEL) e do Curso de Especialização em Gestão de Biblioteca Escolar do Departamento de Ciência da Informação da UEL – PR

Doutorado Sanduíche em Educação pela Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho/Campus Marília e Universidade Autônoma de Barcelona/ Espanha. Mestre em Letras, área de Literatura e Ensino, e Graduação em Letras Vernáculas pela Universidade Estadual de Londrina. Atualmente é Professor Adjunto do Departamento de Educação/UEL. É líder do projeto de pesquisa Biblioteca no ensino fundamental de escolas públicas de londrina: mediação pedagógica da leitura e informação, além de coordenar o projeto de extensão Formação do mediador de leitura da rede pública de educação. Tem experiência nas áreas de Letras, Educação e Ciência da Informação, atuando principalmente nos seguintes temas: leitura, literatura infantojuvenil, formação de leitores, formação do mediador de leitura; biblioteca escolar; formação de professores e didática da língua portuguesa para os Anos Iniciais do Ensino Fundamental.

Oswaldo Francisco de Almeida Júnior, Professor Associado da UEL e Professor permanente do Programa de Pós-graduação em Ciência da Informação da UNESP-Marília - SP

Doutor em Ciências da Comunicação pela Universidade de São Paulo (1999). Atualmente é professor associado da Universidade Estadual de Londrina e professor titular do programa de pós-graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP/Marília). Tem experiência na área de Ciência da Informação, com ênfase em Informação e Sociedade, atuando principalmente nos seguintes temas: informação e sociedade, mediação da informação, serviço de referência e informação, bibliotecas públicas e biblioteconomia. Mantenedor do site Infohome (www.ofaj.com.br). Presidente (Gestão 2014-2016) da ABECIN - Associação Brasileira de Educação em Ciência da Informação.

Downloads

Publicado

2018-06-29

Edição

Seção

Artigos