O Design da Informação como recurso interdisciplinar da curadoria digital em contextos complexos da Ciência da Informação

Autores

  • Maria José Vicentini Jorente UNESP/ Marília
  • Mariana Cantisani Padua UNESP/ Marília
  • Natalia Nakano UNESP/ Marília

Palavras-chave:

Informação e Tecnologia, Design da Informação, Curadoria Digital, Web Social Semântica, Complexidade

Resumo

Este artigo objetiva expor aspectos relacionados à criação, organização e uso formal dos conteúdos informacionais em ambientes híbridos. Propõe-se que o Design da Informação (DI) deva ser considerado nos seus desdobramentos de ciência, disciplina e metodologia como complementar nas ações de Curadoria Digital, área emergente da Ciência da Informação (CI). O estudo discorre sobre como o DI converge recursos da Web Social Semântica na Curadoria Digital para facilitar a interação e criação de novos conteúdos, essenciais para a memória coletiva e a cultura contemporâneas. Trata-se de uma discussão teórico científica, fundamentada na literatura da área e em praticas exploratórias. A discussão envolve os seguintes temas: o Design da Informação, a compreensão cibernética dos sistemas e a interoperabilidade imbricadas na Curadoria Digital, e por fim, a interoperabilidade de sistemas e a convergência de linguagens. Esta pesquisa discute, assim, conceitos que podem atuar como instrumentos e metodologias na Ciência da Informação. No contexto informacional contemporâneo a CI e o DI são interdisciplinares como recurso fundamental para otimizar a qualidade da informação e dos dados digitais em uma Curadoria Digital. Estas áreas interdisciplinares dialogam e estabelecem ações conversacionais entre saberes para melhorias constantes dos fluxos informacionais.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Maria José Vicentini Jorente, UNESP/ Marília

Livre Docente em Cultura Digital e Informação Pós Custodiada em Redes de Colaboração. Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (Unesp). Especialista em Design de Produto. Licenciada em Artes pela Fundação Armando Álvares Penteado (FAAP) e em Letras pela Universidade de São Paulo (USP). Professora Adjunta em Regime de Dedicação Integral à Docência e à Pesquisa da Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho, Faculdade de Filosofia e Ciências - FFC - Campus de Marília, Departamento de Ciência da Informação. Docente dos cursos de graduação em Arquivologia e Biblioteconomia e dos cursos de mestrado acadêmico e doutorado em Ciência da Informação da Unesp. Investigadora nas áreas de Informação e Tecnologia, Curadoria Digital, Mídias, Intersemiótica, Design de Informação.Membro dos conselhos dos cursos de Biblioteconomia e de Arquivologia e do Conselho de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP de Marília. Membro do Grupo Novas Tecnologias em Informação (GPNTI) da UNESP. Membro de comissão científica de agências de fomento e periódicos na área da Ciencia da Informação.

Mariana Cantisani Padua, UNESP/ Marília

Doutora pelo Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação na UNESP, campus Marília. Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Federal da Paraíba. Graduada em Design com habilitação em Comunicação Visual pela Pontifícia Universidade Católica de Goiás /PUC-GO. Integrante do Grupo de Pesquisa Novas Tecnologias da Informação (GPNTI) e investigadora do Laboratório de Pesquisa em Design e Recuperação da Informação (LADRI/UNESP). Pesquisadora colaboradora do CITCEM – Centro de Investigação Transdisciplinar Cultura, Espaço e Memória sediada na Faculdade de Letras da Universidade do Porto. Membro de comissão científica de periódicos na área do Design da Informação e da Ciência da Informação. Possui interesse de pesquisa nas seguintes áreas: Design da Informação, Design de Interação, Experiência do Usuário (User eXperience - UX), Museologia, Ciência da Informação e Arquitetura da Informação pervasiva, pesquisando as práticas que viabilizam o acesso à informação (acessibilidade) e seu uso (usabilidade).

Natalia Nakano, UNESP/ Marília

Doutora pelo Programa de Pós Graduação em Ciência da Informação (PPGCI) da Unesp, campus de Marilia em 2019. Mestre pelo mesmo programa, integrante do Grupo de Pesquisa Novas Tecnologias da Informação (GPNTI) e coordenadora discente do Laboratório de Pesquisa em Design e Recuperação da Informação (LADRI), líder do grupo Oficina do Texto Científico sob supervisão da Prof. Dra. Maria José Vicentini Jorente. Trabalha com foco nas questões de acesso a informação, inclusão digital, serviços de informação na era digital, bem como plataformas de Serviço de Referência Virtual em bibliotecas universitárias. Estuda o papel das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC) nas mudanças relacionadas à transformação do paradigma custodial e sua ampliação nas sociedades pós modernas e como essas tecnologias têm influenciado o mundo das bibliotecas, arquivos e museus na atualidade. Recentemente o foco de estudo se expande e inclui as plataformas digitais de disseminação da informação, plataformas EaD, e como a Ciência da Informação, e nela o Design da Informação podem contribuir para que o acesso nessas plataformas seja eficiente no contexto da complexidade brasileira.

Downloads

Publicado

2019-09-30

Edição

Seção

Artigos