Bibliotecários/as em tempos de cibercultura: reflexões sobre atuação profissional e práticas bibliotecárias

Autores

  • Shirlei Galarça Salort Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)
  • Isabel Aparecida Bilhão Universidade do Vale do Rio dos Sinos/ UNISINOS
  • Daniel de Queiroz Lopes Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Palavras-chave:

cibercultura, bibliotecas universitárias, práticas bibliotecárias

Resumo

Este artigo apresenta parte dos resultados de pesquisa de uma dissertação na qual busca-se aprofundar as reflexões sobre as práticas dos bibliotecários e identificar suas percepções e sentidos sobre a atuação profissional e sobre a biblioteca universitária no contexto da cibercultura. O estudo foi realizado em uma biblioteca universitária da área médica e nele apresentam-se a trajetória e as características dessa biblioteca e identificam-se, com base em entrevistas semiestruturadas realizadas com oito bibliotecárias atuantes ou aposentadas, os sentidos atribuídos às práticas bibliotecárias. Percebe-se nas narrativas uma constante busca por reconhecimento e valorização da profissão, assim como a preocupação em manter a frequência dos usuários ao espaço físico da biblioteca estudada. Dentre as modificações percebidas nessa atuação, nota-se que o sentido de “mediador” passa a dar espaço ao sentido de “educador” e a postura de “esperar o usuário” passa a dar lugar a de “buscar o usuário”, o que demonstra uma inquietação com relação ao futuro da biblioteca e da atuação do bibliotecário. Assim como, identificam-se sentidos que podem indicar estratégias de manutenção da cultura profissional e da permanência no mercado de trabalho.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Shirlei Galarça Salort, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Bibliotecária na Faculdade de Medicina da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Mestre em Educação pela Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS)

Isabel Aparecida Bilhão, Universidade do Vale do Rio dos Sinos/ UNISINOS

Doutora em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2005). Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do Vale do Rio dos Sinos (UNISINOS)

Daniel de Queiroz Lopes, Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS)

Doutor em Informática na Educação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). Professor Adjunto da Faculdade de Educação da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, junto ao Departamento de Estudos Básicos.

Downloads

Publicado

2019-09-30

Edição

Seção

Artigos