Estudos da Semiótica na Ciência da Informação: relatos de interdisciplinaridades

Autores

  • Camila Monteiro de Barros Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
  • Lígia Maria Arruda Café Universidade Federal de Santa Catarina

Palavras-chave:

Semiótica, Ciência da Informação

Resumo

Semiótica e Ciência da Informação (CI) apresentam linhas interdisciplinares de estudo uma vez que a primeira explora os processos de significação com específica propriedade e a segunda tem, nos processos de significação, um importante aspecto que impacta no dimensionamento e tratamento do seu objeto de estudo. O intuito deste artigo é investigar a interdisciplinaridade entre a Semiótica e a CI por meio do mapeamento dos temas, das duas ciências, que são postos em convergência. A pesquisa se caracteriza como bibliográfica cujo levantamento foi realizado em periódicos brasileiros da área de CI, de qualis A2 a B2, no período entre 2000 e 2011. Foram recuperados 15 documentos e os resultados mostram que mais de 60% dos artigos abordam a teoria da tricotomia do signo de Peirce, sendo que quase todos os artigos abordam de alguma forma, a noção da significação ad infinitum. No âmbito da Ciência da Informação, 60% dos artigos abordam a organização e representação do conhecimento e da informação. Conclui-se que o âmbito de estudo mais produtivo da Semiótica na CI seria aquele relacionado à organização e representação do conhecimento e também à organização da informação.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Camila Monteiro de Barros, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Santa Catarina.

Lígia Maria Arruda Café, Universidade Federal de Santa Catarina

Doutora em Linguística (Université Laval, Canadá). Professora do Departamento de Ciência da Informação e do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Santa Catarina, Brasil.

Downloads

Publicado

2012-08-28

Edição

Seção

Artigos