A importância do mapeamento das redes de conhecimento para a gestão da informação e do conhecimento em ambientes esportivos: um estudo de caso no Marília Atlético

Autores

  • Carlos Francisco Bitencourt Jorge Unesp
  • Marta Lígia Pomim Valentim Unesp

Palavras-chave:

Redes de Conhecimento, Gestão da Informação, Gestão do Conhecimento, Clubes de Futebol, Marília Atlético Clube.

Resumo

A construção de redes de conhecimento possibilita melhor aproveitamento para o processo de Gestão da Informação (GI) e Gestão do Conhecimento (GC). É importante considerar o mapeamento de fontes informacionais e de fluxos de informação, como base estruturante para a GI e GC. O mapeamento das redes de conhecimento em ambientes com pouca percepção no que tange a importância da informação e do conhecimento, possibilita demonstrar aos sujeitos organizacionais a importância da informação e do conhecimento para o desempenho de processos, atividades e tarefas. Os clubes de futebol não possuem uma cultura voltada à valorização e uso da informação e do conhecimento de modo estruturado. Nessa perspectiva, destacar a importância dos indivíduos nos processos de GI e GC em clubes de futebol, propicia disponibilizar, por meio de um sociograma, as relações existentes, bem como as fontes chave para a efetividade da GI e GC. A pesquisa foi realizada no Marília Atlético Clube (MAC), Clube de futebol interior do estado de São Paulo. Identificou-se que, as informações estão centralizadas em poucos indivíduos conforme demonstra o sociograma. A situação complexa evidencia que os indivíduos atuam por tempo determinado no Clube, influindo no comprometimento com os processos de gestão desenvolvidos no clube.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Carlos Francisco Bitencourt Jorge, Unesp

Doutorando em Ciência da Informação com enfoque em Gestão do Conhecimento e Inteligência Competitiva em Organizações Complexas pela Universidade Estadual Paulista (Unesp/Marília). Mestre em Ciência da Informação pela Universidade Estadual Paulista (Unesp/Marília). Especialista em Administração de Marketing e Propaganda pela Universidade Estadual de Londrina (UEL) , 2008. Graduado em Administração de Empresas pelo UNIVEM, 2007. Realizou doutoramento sanduíche como pesquisador internacional em Westminster College nos Estados Unidos da América, desenvolvendo pesquisas com enfoques em Inteligência Organizacional, Gestão do Conhecimento, Gestão da Informação e Gamification para Organizações complexas. Membro na Strategic and Competitive Intelligence Professionals (SCIP). Coordenador de Pós-Graduação do curso de Administração de Marketing na Faculdade Católica Paulista. Coordenador dos cursos de Bacharelado e Tecnólogos Superiores voltados para Gestão na Faculdade Católica Paulista. Pesquisador do Grupo de Pesquisa Informação, Conhecimento e Inteligência Organizacional..

Marta Lígia Pomim Valentim, Unesp

Pós-Doutorado pela Universidad de Salamanca, Espanha, em 2011-2012. Livre Docente em Informação, Conhecimento e Inteligência Organizacional pela Unesp. Doutora em Ciências da Comunicação pela Escola de Comunicações e Artes da Universidade de São Paulo (ECA/USP), em 2001. Mestre pela PUC-Campinas, em 1995. Docente de graduação e pós-graduação da Universidade Estadual Paulista (Unesp/Marília). Bolsista Produtividade em Pesquisa (PQ) do CNPq na área de inteligência competitiva organizacional, gestão da informação, gestão do conhecimento e cultura informacional. Líder do Grupo de Pesquisa Informação, Conhecimento e Inteligência Organizacional'. Coordena o projeto de pesquisa 'Percepções do valor da informação: a importância da gestão da informação e do conhecimento em ambientes empresariais'. Organizadora autora de vários livros na área. Exerceu o cargo de Vice-Presidente da Asociación de Educación e Investigación en Ciencia de la Información de Iberoamérica y el Caribe (EDICIC), gestão 2009-2011. Exerceu a coordenação do Grupo de Trabalho 'Gestão da Informação e do Conhecimento nas Organizações' (GT-4), da Associação Nacional de Pesquisa e Pós-Graduação em Ciência da Informação (ANCIB), gestão 2009-2010. Exerceu o cargo de Presidente da Associação Brasileira de Educação em Ciência da Informação (ABECIN), gestão 2001-2004.

Downloads

Publicado

2016-03-31

Edição

Seção

Artigos