Rede de colaboração científica das principais oleaginosas envolvidas na produção do biodiesel

Autores

  • Isadora Lucena Andrade
  • Cláudio Marcelo Matos Guimarães
  • Viviane Galvão Faculdade de Tecnologia e Ciências

Palavras-chave:

análise de redes sociais, co-autoria, biodiesel

Resumo

Redes de colaboração científica representam estratégias para o compartilhamento de informações e novos conhecimentos sobre as comunidades acadêmicas. Este tipo de rede pode identificar os agentes que compõem a rede e a intensidade da ligação que une os atores. Por esta razão, neste trabalho foram identificadas as relações entre os autores, países e instituições em publicações sobre seis oleaginosas pertencentes à cadeia produtiva do biodiesel. As oleaginosas selecionados foram pinhão-manso, soja, palma, girassol, canola e mamona. Nesta rede, os vértices são autores, países ou instituições e as arestas são obtidas por meio da análise publicação. Portanto, se dois cientistas são coautores em uma publicação, eles estão conectados. As publicações sobre estas seis oleaginosas foram recuperadas da base de dados do Web of Knowledge de 1945 a 2011. As consultas foram feitas no modo de Pesquisa Avançada, procurando o nome da oleaginosa no título da publicação e a palavra biodiesel no título, resumo ou palavras-chave. Para cada oleaginosa, três redes foram construídas: autores, países e instituições. No período estudado, foram analisados um total de 1.378 publicações. Quatro países (Brasil, Índia, China e Estados Unidos da América) participaram das publicações sobre todas as oleaginosas estudadas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Isadora Lucena Andrade

Mestre em Bioenergia pela Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC). Professora do Centro de Educação Profissional e Especialização.

Cláudio Marcelo Matos Guimarães

Mestre em Bioenergia pela Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC). Professor Mestre da Faculdade SENAI CIMATEC

Viviane Galvão, Faculdade de Tecnologia e Ciências

Doutora em Biotecnologia pela Universidade Estadual de Feira de Santana (UEFS). Professora Doutora do Programa de Pós-Graduação em Bioenergia da Faculdade de Tecnologia e Ciências (FTC)

Downloads

Publicado

2016-03-31

Edição

Seção

Artigos