Quem preserva tem! Preservação de acervo bibliográfico especializado na área agrícola

Autores

  • Rosangela Galon Arruda Embrapa Informação Tecnológica

Palavras-chave:

Preservação de acervo, Desenvolvimento de coleções, Gestão da informação, Embrapa.

Resumo

Em uma época com um imenso volume de informação disponível na internet, uma pergunta tem sido recorrente: por que preservar acervo bibliográfico geralmente antigo e ultrapassado? Diversas instituições investem em informação, e mantêm acervos impressos de grande relevância – por seu conteúdo e uso por parte de pesquisadores, estudantes e comunidade em geral - bem como obras raras. Este trabalho apresenta a experiência relacionada ao desenvolvimento de um projeto para elaboração de uma política de preservação de acervo bibliográfico especializado na Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), que consistiu da elaboração de uma política de preservação de acervo bibliográfico para o Sistema Embrapa de Bibliotecas (SEB), seguida de uma campanha de divulgação com o slogan “Quem preserva tem!”, que teve o objetivo de internalizar os cuidados necessários com o acervo. Além disso, o projeto possibilitou ainda a elaboração de um Manual de conservação preventiva e de uma Política de desenvolvimento de coleções.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Rosangela Galon Arruda, Embrapa Informação Tecnológica

Bibliotecária, Coordenadora do Sistema Embrapa de Bibliotecas (SEB), Mestre em Administração, UFSC.

Downloads

Publicado

2016-06-29

Edição

Seção

Artigos