Um projeto de rede de bibliotecas para as escolas públicas estaduais de Santa Catarina, Brasil: relato de experiência(s)

Autores

  • Eliane Fioravante Garcez Universidade Federal de Santa catarina (UFSC) Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PGCIN).
  • Gisela Eggert-Steindel Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Centro de Ciências Humanas e da Educação (Faed).
  • José Paulo Speck Pereira Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)
  • Gyance Carpes Conselho Regional de Biblioteconomia ,14. Região

Palavras-chave:

Palavras-Chave, Biblioteca Escolar. Bibliotecário. Rede de Bibliotecas. Santa Catarina (Brasil). Key-Words, School Library. Librarian. Libraries Network. Santa Catarina (Brazil).

Resumo

Resumo: Discute percursos da implantação de uma rede de bibliotecas para as escolas públicas do estado de Santa Catarina e sobre a criação do cargo de bibliotecário vinculado ao Quadro do Magistério Público deste Estado. As diferentes ações da categoria profissional para a criação do cargo de bibliotecário para atuar nessas escolas, o movimento dessa classe profissional para tal intento desde os anos 90 do século XX. Apresenta a proposta da categoria resultado das várias discussões (e elaboração de propostas de projetos) que vêm ocorrendo desde 2003. A aprovação da Lei 12.244/2010 motivou, em 2012, a Secretaria da Educação propôr uma reunião com a categoria profissional com intuito, em uma ação conjunta, a elaboração de uma proposta de criação do cargo de bibliotecário para as 1.112 escolas estaduais. Esse projeto prevê não apenas a criação do cargo, cerca de 300, mas o funcionamento de uma rede de bibliotecas estruturada em três pontos estratégicos para a atuação desse profissional, assim desenhado: Órgão Central, Secretarias Regionais e Entidades Escolares - nesse tripé sustenta-se a rede ora proposta. A LIBRARY NETWORK PROJECT FOR PUBLIC SCHOOLS STATE OF SANTA CATARINA, BRAZIL: EXPERIENCE REPORT (S) Abstract: Discusses the deploying a network of libraries to public schools in the state of Santa Catarina and the creation of the post of librarian linked to the Framework of the Public Magisterium this Estado. As well different actions of the professional category for creating the librarian position to act these schools, the movement of this professional class for this purpose since the 90s of XX century. Presents the proposal of the category result of several discussions (and preparation of project proposals) that have occurred since 2003. The approval of Law 12.244/2010, led in 2012 to the Education Department proposed a meeting with the professional category, in order to joint action, to draw up a proposal for a librarian job creation for 1.112 schools estaduais. This project includes not only the creation of the post 300, but the operation of a network of libraries structured into three strategic points to the role of this professional, well designed: Central Agency, Regional Secretariats and School Entities - this tripod holds up the network proposed here.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Eliane Fioravante Garcez, Universidade Federal de Santa catarina (UFSC) Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PGCIN).

Doutoranda no Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação, da Universidade Federal de Santa Catarina (PGCIN/UFSC), área de concentração: Organização, Representação e Mediação da Informação e do Conhecimento, eixo: Profissionais da Informação, Competência Informacional e Leitura. Bolsista da CAPES – Proc. nº BEX 0492/15-9. Mestre em Ciência da Informação pelo PGCIN/UFSC. Especialista em Gestão do Conhecimento (UFSC), Especialista em Gestão de Bibliotecas (UDESC). Bibliotecária co formação na UFSC. Atuou em Biblioteca Escolar Municipal de Estadual de 1998-2010. Desde 2003 atua no Grupo de Bibliotecários da Área Escolar de Santa catarina (GBAE/SC).

Gisela Eggert-Steindel, Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Centro de Ciências Humanas e da Educação (Faed).

Doutora em Educação pela Universidade de São Paulo (USP 2005), mestre em Ciências da Informação pela Universidade Federal de Minas Gerais, especialista em Informação Industrial pela Universidade Federal de Santa Catarina na qual também graduou-se em Biblioteconomia e Documentação. Professora no Centro de Ciências Humanas e da Educação da Univerisidade do Estado de Santa Catarina (UDESC) desde 1993, ministra aulas na graduação e desde 2007 atua no Programa de Pós-Graduação em Educação (DPED/FAED) e a partir de 2013 no Mestrado Profissional em Gestão de Unidades de Informação (DBI/FAED). Tem formação e experiência no campo da Ciência da Informação e Educação. Pesquisa e orienta problemáticas que envolvem a História do livro e da leitura. História de instituições de leitura: Biblioteca Pública e Escolar no âmbito dos estudos culturais.

José Paulo Speck Pereira, Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC)

Bibliotecário/servidor público. Coordenador da Divisão de Assistência aos Usuários da Biblioteca Central da Universidade Federal de Santa Catarina BU-UFSC). Atuou como secretário-executivo do Fórum Catarinense do Livro e da Leitura, coletivo promotor de políticas públicas para o livro, leitura, literatura e bibliotecas no estado catarinense entre 2013 e 2015. Atuou como presidente da Associação Catarinense de Bibliotecários (ACB) entre 2012 e 2013. Foi designer instrucional do Curso de Especialização em Gestão de Bibliotecas Escolares, ofertado pela Universidade Federal de Santa Catarina, modalidade EaD, entre 2009 e 2010.

Gyance Carpes, Conselho Regional de Biblioteconomia ,14. Região

Mestra em Ciência da Informação pela Universidade Federal de Santa Catarina, UFSC (2009-2011). Especialista em Gestão de Bibliotecas pela Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC (2005-2006). Bacharela em Biblioteconomia pela Universidade do Estado de Santa Catarina - UDESC - 2001. Presidente do Conselho Regional de Biblioteconomia 14. Região - Gestão 2012-2014. Integra a Comissão de Divulgação do CRB-14, gestão 2015-2017.

Downloads

Publicado

2016-06-29

Edição

Seção

Relatos de Experiências