LEAN ARCHIVES: o emprego do Lean Office na gestão de arquivos

Autores

  • Marcelo Cavaglieri SENAC/SC
  • Jordan Paulesky Juliani UDESC

Palavras-chave:

Lean Archives. Lean Office. Arquivo empresarial. Gestão documental. Gestão da informação.

Resumo

Neste estudo, buscou-se aplicar o Lean office na gestão de arquivos tendo como objetivo verificar a aplicabilidade do pensamento Lean na arquivística. Quanto ao método utilizado, caracteriza-se por ser uma pesquisa-ação, de abordagem quali-quantitativa, classificada como exploratória e descritiva. A coleta dos dados realizou-se por meio de observação participante, entrevista não estruturada e realização de um grupo focal. Em relação à aplicação da pesquisa, seguiram-se os seguintes passos: Treinamento e conscientização dos colaboradores para o pensamento Lean; MFV – estado atual; MFV - estado Futuro; Plano de ação e Avaliação e discussão dos resultados. Entre os resultados obtidos da pesquisa realizada, destaca-se, de forma quantitativa, a redução de desperdícios com ganhos significativos do Lead Time, diminuindo o tempo gasto para processar as atividades e tempo em que o material fica parado, esperando para ser processado. Ganhos financeiros também foram obtidos, com mais aproveitamento dos recursos e uma reformulação na forma de guardar os documentos. De forma qualitativa, destaca-se um melhor ambiente de trabalho com práticas da gestão visual para comunicação das informações e aumento da eficiência do serviço prestado, gerando mais satisfação do cliente.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marcelo Cavaglieri, SENAC/SC

Mestre em Gestão de Unidades de Informação pela UDESC

Jordan Paulesky Juliani, UDESC

Professor adjunto na Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC. Coordenador do Programa de Mestrado Profissional em Gestão da Informação da Universidade do Estado de Santa Catarina – UDESC

Downloads

Publicado

2016-12-12

Edição

Seção

Artigos