A produção científica em direitos humanos nos países do sul global: uma análise bibliométrica e cientométrica da Sur Revista Internacional de Direitos Humanos

Autores

  • Ana Cláudia Ribeiro

Resumo

No presente trabalho propõe-se analisar a produção científica em Direitos Humanos do Sul Global, por meio de estudo dos autores e do conteúdo das publicações da Sur Revista Internacional de Direitos Humanos. Como plano de pesquisa foram adotadas as metodologias de análise bibliométrica e cientométrica, pois forneceram mecanismos que permitiram traçar a produção científica da Revista. A primeira etapa da análise se destina a entender o contexto sociopolítico dos autores, quanto às variáveis: nível de titulação acadêmica, área de titulação acadêmica, afiliação institucional, local de nascimento e local de afiliação institucional. Apesar da preponderância do curso de Direito na área de formação dos autores, evidencia-se, com os resultados da pesquisa, a contribuição de autores com formação em outros cursos como Sociologia, Relações Internacionais, Ciência Política, Filosofia, entre outros, confirmando laços interdisciplinares no campo dos Direitos Humanos. A afiliação institucional aponta alto índice de participação dos autores vinculados às Universidades e ONGs, concluindo-se que estas instituições influenciam na Agenda Global dos direitos humanos e impelem seus afiliados a escrever sob a luz da Agenda. No continente americano os autores concentram-se no Brasil, caracterizando um comportamento endógeno da Revista, Outra ocorrência substancial é a expressiva representação de autores advindos da Europa e Estados Unidos, sinalizando uma influência do Hemisfério Norte perante a produção científica do Sul. A análise de conteúdo foi construída a partir da indexação dos artigos, seguindo a padronização do Tesauro da Corte Interamericana, adaptado pela pesquisadora conforme literatura da área. Em virtude desta alteração, evidencia-se também a necessidade de repensar os sistemas de vocabulário controlado da área, para que contemplem termos relacionados a temas contemporâneos. Os resultados da análise de assuntos mostram que o tema mais debatido trata de questões ligadas à Terceira Dimensão, caracterizada pelos Direitos Transindividuais Coletivoss – elencados pelos grupos de refugiados, mulheres, crianças, LGBT, deficientes, povos étnicos e indígenas. O segundo tema mais presente pertence à Segunda Dimensão e aborda questões de Justiciabilidade dos Direitos – arrolados pela eficácia da jurisdição internacional e internacionalização dos Direitos Humanos. Também foram identificados assuntos menos evidenciados na Revista, como o Direito ao Desenvolvimento e o Meio Ambiente. Este é um ponto crítico da Revista, pois são temas centrais da nova Agenda Global, que estão em ampla discussão nos fóruns mundiais de clima da ONU.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-02-19

Edição

Seção

Teses e Dissertações