Temáticas das teses dos Programas de Pós-Graduação em Ciência da Informação nível seis na CAPES

Autores

  • Andréia Soares Viana

Resumo

A pesquisa abordou um estudo de natureza descritiva que utilizou como instrumento metodológico a análise documental. Teve como objetivo identificar as temáticas das teses dos Programas de Pós-Graduação em Ciência da Informação (PPGsCI). Para tanto, foram selecionados para o estudo os PPGsCI credenciados pela CAPES (Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior) com maior nota no último triênio de avaliação (2010-2012), obtendo como resultado, o Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Federal de Minas Gerais (PPGCI/UFMG) e o Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (PPGCI/UNESP). O universo de estudo foi composto por 52 teses (sendo 30 itens do PPGCI/UFMG e 22 itens do PPGCI/UNESP). As teses compõe um acervo científico importante, na medida em que mostra as preocupações e os problemas levantados por pesquisadores em determinado espaço de tempo. A análise de teses, documentos característicos da produção científica, pode ajudar a compreender as tendências de um campo de estudo. Saber qual o conhecimento científico está sendo produzido é importante na medida em que é necessário conhecer o próprio campo de conhecimento para planejar o seu futuro. As variáveis analisadas referiram-se às temáticas abordadas nas teses e sua relação com as linhas de pesquisa dos programas. Para procedimentos de análise temática, inicialmente, as teses foram agrupadas nas categorias do Tesauro Brasileiro de Ciência da Informação. Optou-se por esse instrumento por considerá-lo mais abrangente, completo e atual. Este tesauro é composto por 8 grandes áreas de categorias temáticas, subdivididas em assuntos específicos. Posteriormente, utilizou-se a Taxonomia da Ciência da Informação de Donald T. Hawkins para classificação temática das teses. A Taxonomia apresenta 11 grandes classes e cada uma se divide em sub-temas. Dessa forma, esta pesquisa partiu do pressuposto que este tipo de análise pode contribuir com a CI no sentido de oferecer elementos que possam subsidiar e contribuir com o planejamento de políticas da pós-graduação. Verificou-se que, quando se utilizou o Tesauro, a categoria temática 2 Organização do Conhecimento e Recuperação da Informação contou com o maior número de teses defendidas no período selecionado, sendo 12 unidades (23%), seguida das categorias 4 Informação e Conhecimento Estratégicos nas Organizações e 5 Tecnologias da Informação e Comunicação –TICs, com 8 teses cada (15%). Portanto, de um total de 52 teses, 28 unidades ficaram concentradas nas 3 categorias. Posteriormente, com a utilização da Taxonomia, confirmou-se o primeiro resultado, a classe 1 Pesquisa em ciência da informação que tem como sub-temas assuntos importantes para CI (Pesquisa de Recuperação da informação; Conceitos básicos, definições, teorias, metodologias e aplicações; Comportamento do usuário e usos de sistemas de informação) contou com o maior número de teses, sendo 16 unidades (31%), seguida da classe 2 Organização do conhecimento com 11 teses (21%). Cabe salientar que as temáticas identificadas na produção das teses refletem, em sua maioria, as características e os objetivos propostos na descrição das linhas de pesquisa dos dois programas.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Downloads

Publicado

2018-02-19

Edição

Seção

Teses e Dissertações