A qualidade na recuperação de dados governamentais: um estudo sobre dados de políticas públicas na internet

Autores

  • Fábio Mosso Moreira Universidade Estadual Paulista (UNESP)
  • Pedro Henrique Santos Bisi Universidade Estadual Paulista (UNESP)
  • Leonardo Castro Botega Universidade Estadual Paulista (UNESP) e Centro Universitário Eurípides de Marília (UNIVEM)
  • José Eduardo Santarem Segundo Universidade Estadual Paulista (UNESP) e Universidade de São Paulo (USP)
  • Ricardo César Gonçalves Sant'Ana Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Palavras-chave:

Recuperação de Dados. Qualidade. Dados Governamentais. Política Pública. PRONAF.

Resumo

O uso da Internet para acessar conteúdos gerados com a operacionalização de programas governamentais é crescente e traz possibilidades para o cidadão acompanhar a execução das políticas públicas. No contexto de políticas públicas para a agricultura, essas constituem um fator preponderante no desenvolvimento social e econômico para os pequenos produtores, que por sua vez necessitam de dados e informações para usufruírem destas ações. O Governo é responsável por garantir a ampla divulgação dos programas, contudo, observa-se que muitas vezes os dados não são disponibilizados como deveriam, tendo principalmente problemas relacionados à qualidade. O objetivo da pesquisa consiste em identificar dimensões de qualidade envolvidas na recuperação de dados governamentais na Internet, e aplicá-las no processo de disponibilização de dados do PRONAF. Metodologicamente, realizou-se uma revisão teórica para identificar estudos que tratam sobre a qualidade de dados no contexto governamental, e posteriormente uma Análise de Conteúdo para identificar dimensões de qualidade de dados específicas deste domínio. Estas dimensões foram aplicadas no processo de recuperação de dados do PRONAF disponíveis no website do Banco Central. Os resultados obtidos estabelecem uma perspectiva sobre como a qualidade de dados pode ser observada no cenário estudado.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Fábio Mosso Moreira, Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Doutor e Mestre em Ciência da Informação (PPGCI/UNESP). Bacharel em Administração (UNESP).

Pedro Henrique Santos Bisi , Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Mestre em Ciência da Informação (UNESP) e Bacharel em Administração (UNESP).

Leonardo Castro Botega, Universidade Estadual Paulista (UNESP) e Centro Universitário Eurípides de Marília (UNIVEM)

Doutor em Ciência da Computação pela Universidade Federal de São Carlos - UFSCar com Pós-doutorado pela Universidade de São Paulo - USP. Docente dos cursos de Bacharelado em Ciência da Computação e Bacharelado em Sistemas de Informação do UNIVEM. Membro permanente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP (PPGCI). Coordenador adjunto do curso de Bacharelado em Sistemas de Informação do UNIVEM. Coordenador do Núcleo de Educação à Distância do UNIVEM (UNIVEM EaD). Líder do Grupo de Interação Humano-Computador (GIHC) - UNIVEM e UNESP.

José Eduardo Santarem Segundo, Universidade Estadual Paulista (UNESP) e Universidade de São Paulo (USP)

Doutor e Mestre em Ciência da Informação UNESP, Professor Doutor no Departamento de Educação, Informação e Comunicação (USP), Docente do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UNESP/Marília na linha de Informação e Tecnologia.

Ricardo César Gonçalves Sant'Ana, Universidade Estadual Paulista (UNESP)

Professor Associado da Universidade Estadual Paulista, Professor do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da Universidade Estadual Paulista. Graduado em Matemática e Pedagogia, Mestrado em Ciência da Informação (2002), Doutorado em Ciência da Informação (2008) e Livre-Docente em Sistemas de Informações Gerenciais pela UNESP (2017).

Downloads

Publicado

2020-07-14

Edição

Seção

Artigos