Competência em Informação no contexto EAD: reflexões sobre as práticas profissionais do tutor a distância

Autores

  • Jéssica Gabriela Tamião de Souza
  • Luciane de Fátima Beckman Cavalcante

Palavras-chave:

Competência em Informação; Educação a Distância; Tecnologia da Informação; Comunicação.

Resumo

Apresenta resultado de pesquisa, que objetivou analisar a Competência em Informação no contexto da Educação a Distância (EAD), por meio da prática profissional de tutores a distância. Para tanto, como aporte teórico a pesquisa discorre sobre temas relacionados à EAD, Competência em Informação, os sete pilares de Bruce (1999) e sugere um quadro que inter-relaciona as temáticas. Os procedimentos metodológicos adotados referem-se a uma pesquisa de campo em uma instituição de ensino EAD, de uma cidade do interior do Paraná. Os dados qualitativos foram colhidos por meio de entrevista semiestruturada com os tutores a distância, com objetivo de identificar a prática da Competência em Informação em suas atuações profissionais. Os resultados identificaram que embora os tutores apresentem habilidades informacionais, a prática da CoInfo não é institucionalizada na universidade em questão. Conclui-se que a aplicação de modelos de Competência em Informação é essencial para a otimização de práticas profissionais no cenário EAD.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

ABED, Censo EAD 2018. Relatório Analítico da Aprendizagem a Distância no Brasil. 2019.

ACRL. Association of College & Research Libraries. Information Literacy Competency Standards for Higher Education. Chicago, IL: Association of College and Research Libraries, 2000. Disponível em: http://www.ala.org/acrl/standards/informationliteracycompetency. Acesso em: 10 nov. 2019.

ACRL. Association of College and Research Libraries. Framework for information literacy for higher education. Chicago, 2016. Disponível em: http://www.ala.org/acrl/standards/ilframework. Acesso em: 23 mar. 2017.

ALMEIDA, Maria Elizabeth Bianconcini. Educação a distância na internet: abordagens e contribuições dos ambientes digitais de aprendizagem. Educação e Pesquisa, São Paulo, v.29, n.2, p. 327-340, jul./dez. 2003.

ALMEIDA, Carolina; MARTINS, Micaela. O questionamento dos alunos em ambientes virtuais de aprendizagem. Internet. Latent Corpus Journal, v.6, n.1. 2016.

ARETIO, Lorenzo. García; CORBELLA, Marta Ruiz.; FIGAREDO, Daniel. Domínguez. De la educación a distancia a la educación virtual. Barcelona: Editorial Ariel, S.A, 2007.

ASSMANN, Hugo. A metamorfose do aprender na sociedade da informação. Ciência da Informação, Brasília, v.29, n.2, p. 7-25, maio/ago. 2000.

BARACHO, Renata Maria Abrantes; ALMEIDA, Maurício Barcelos; ROCHA, Renato Souza; OLIVEIRA, Jacqueline Pawlowski. Ciência da informação-sinalizadores para o presente e o futuro. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 15, 2015, João Pessoa, PB. Anais eletrônicos[...] João Pessoa: UFPB, 2015. Disponível em: http://200.20.0.78/repositorios/handle/123456789/2785. Acesso em: 20 jun. 2018.

BARDIN, Laurence. Análisis de contenido. Madri: Ediciones Akal, 1991.

BARRETO, Aldo Albuquerque. Uma quase história da Ciência da formação. DataGramaZero: revista de Ciência da Informação, Rio de Janeiro, v.9, n.2, p. 1-12, abr. 2008. Disponível em: http://www.dgz.org.br/abr08/Art_01.htm. Acesso em: 20 out. 2019.

BASSETTO, Clemilton Luís. A competência em informação como elemento inovador no apoio às micro e pequenas empresas: uma modelagem teórico-prática aplicável aos programas de capacitação do SEBRAE/SP. 2018. 261f. Tese (Doutorado em Ciência de Informação) – Universidade Estadual Paulista, Marília, 2018.

BAWDEN, D. (2008a). Digital Literacy. SciTopics. Disponível em: http://web.archive.org/web/20110815032149/http://www.scitopics.com/Digital_Literayc.html. Acesso em: 20 out. 2019.

BELLONI, Maria Luiza. Educação a distância. Campinas: Autores Associados, 4. ed. 1998.

BELLUZZO, Regina Célia Baptista. Competência em informação (CoInfo) e midiática: inter-relação com a Agenda 2030 e os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) sob a ótica da educação contemporânea. Folha de Rosto - Revista de Biblioteconomia e Ciência da Informação, v. 4, n. 1, p. 15–24, 2018.

BELLUZZO, Regina. Célia. Baptista. O estado da arte da competência em informação (CoInfo) no Brasil: das reflexões iniciais à apresentação e descrição de indicadores de análise. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v.13, n. esp., p. 47-76, jan/jul. 2017.

BELLUZZO, Regina Célia Baptista; FERES, Glória Georges. Inteligência, criatividade e competência em informação: uma articulação necessária no contexto social contemporâneo. In: ALVES, Fernanda Maria Melo; CORRÊA, Elisa Cristina Delfini; LUCAS, Elaine Rosangela de Oliveira (org.). Competência em informação: políticas públicas, teoria e prática. Salvador: EDUFBA, 2016. p.125-153.

BENTES, Roberto de Fino. A avaliação do tutor. In: LITTO, Fredric Michael., FORMIGA, Manuel. Marcos. Maciel. (Org.). Educação a Distância: o estado da arte. 8.ed. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2009. cap.1, p.166-170.

BRASIL. Decreto nº 9.057, de 25 de maio de 2017. Regulamenta o art. 84 da Lei no 9.394, de 20 de dezembro de 1996, que estabelece as diretrizes e bases da educação nacional. Diário Oficial da República Federativa do Brasil, Brasília, 25 maio. 2017. Disponível em: http://www.planalto.gov.br/ccivil_03/_Ato2015-2018/2017/Decreto/D9057.htm. Acesso em: 10 fev. 2019.

BRUCE, Christine. Workplace experiences of information literacy. International journal of information management, v. 19, n. 1, p. 33-47, 1999.

BRUCE, Christine Susan. Las siete caras de la alfabetización eninformación en la ensañanza superior. In: ANALES DE DOCUMENTACIÓN. 2003. Anais [...] p. 289-294. (Murcia, Espanha)

CAMPELLO, Bernadete Santos. Letramento informacional: práticas educativas de bibliotecários em escolas de ensino básico. 2009. 203 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Escola de Ciência da Informação. Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2009.

CASTELLS, Manuel. A Galáxia da Internet: reflexões sobre a internet, os negócios e a sociedade. Rio de Janeiro: Zahar, 2003.

COELHO, Marlene Morbeck. Competência informacional no ambiente de trabalho: percepção do bibliotecário de órgão público. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 9. Rio de Janeiro. 2010. Anais [...] Rio de Janeiro, RJ. 2010.

COELHO, Marilda; MADEIRA, Maria Elisa S. E; FRANCA, Maria I. C.; COSMO, Tatiana, N. Relato de experiência de um programa de competência em informação no ambiente empresarial com apoio da educação à distância: CASETRANSPETRO. In: BELLUZZO, Regina Célia Baptista; FERES, Glória Georges (Org.) Competência em Informação: de reflexões às lições aprendidas. São Paulo: FEBAB, 2013. p.322-350.

Collins, M.P. and Berge, Z.L. Facilitating Interaction in Computer Mediated Online Courses. In: FSU/AECT CONFERENCE ON DISTANCE LEARNING. Proceedings. […] June 20-23, Tallahassee, FL. 1996.

COLLINS, Mauri; BERGE, Zane. Facilitating interaction in computer mediated online courses. Retrieved June, v. 15, p. 2000, 1996.

DUDZIAK, Elisabeth Adriana. Políticas de competência em informação: leitura sobre os primórdios e a visão dos pioneiros da information literacy. In: ALVES, Fernanda Maria Melo; CORRÊA, Elisa Cristina Delfini; LUCAS, Elaine Rosangela de Oliveira (Org.). Competência em informação: políticas públicas, teoria e prática. Salvador: EDUFBA, 2016. p. 19-50.

FONSECA, João José Saraiva. Metodologia da pesquisa científica. Fortaleza: UECE, 2002.

GASQUE, Kelley Cristine Gonçalves Dias. Letramento Informacional: pesquisa, reflexão e aprendizagem.Brasília: Editora FCI/Unb, 2012.

GIL, Antônio Carlos. Métodos e técnicas de pesquisa social. 6. ed. São Paulo: Atlas, 2008.

HAGUE, C.; PAYTON, S. Digital literacy across the curriculum: a Futurelab handbook. [s.l: s.n.].

LITTO, Fredric Michael. O atual cenário internacional da EAD. In: LITTO, Fredric Michael., FORMIGA, Manuel. Marcos. Maciel. (Org.). Educação a Distância: o estado da arte. 8.ed. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2009. cap.1, p.14-20.

LLOYD, Annemaree. Trapped between a rock and a hard place: what counts as information literacy in the workplace and how is it conceptualized? Library Trends, v. 60, n. 2, p. 277-296, 2011.

MAIA, Carmem; MATTAR, João. ABC da EaD: a educação a distância hoje. Pearson Prentice Hall, 2007.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Técnicas de Pesquisa. 5. ed., São Paulo: Atlas, 2002.

MINAYO, M. C. S. (Org.). Pesquisa social: teoria, método e criatividade. Petrópolis: Vozes, 2012.

MENDES, Valdelaine. O trabalho do tutor em uma instituição pública de ensino superior. Educação em Revista, Belo Horizonte, v.28, n.2, p. 103-132, jun.2012.

MENEZES, Priscila Lopes; VITORINO, Elizete Vieira. A Competência Informacional fundamentada na dimensão ética. Em Questão, v. 20, n. 2, p. 86-107, 2014.

MIRANDA, Silvânia. Como as necessidades de informação podem se relacionar com as competências informacionais. Ciência da Informação, Brasília, v.35, n.3, p.99-114, set./dez.2006.

MOORE, Michael; KEARSLEY, Greg. Educação a Distância: uma visão integrada. São Paulo: Cengage Learning, 2008.

MUGNOL, Marcio. A educação a distância no Brasil: conceitos e fundamentos. Revista Diálogo Educacional, v. 9, n. 27, p. 335-349, 2009.

NUNES, Ivônio. Barros. A história da EAD no mundo. In: LITTO, Fredric Michael., FORMIGA, Manuel. Marcos. Maciel. (Org.). Educação a Distância: o estado da arte. 8.ed. São Paulo: Pearson Education do Brasil, 2009. cap.1, p.2-8.

OLIVEIRA, Maria Marly de. Como fazer pesquisa qualitativa. Petrópolis: Vozes, 2007.

PAVANELO, Elisangela; KRASILCHIK, Myriam; GERMANO, José Silveiro Edmundo. Contribuições para a preparação do professor na Educação a Distância. Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância, v.17, n.1, p.11-36, 2018.

PRETTI, Oreste; OLIVEIRA, Gleyva. O estado da arte sobre “tutoria”: modelos e teorias em construção. Relatório de Pesquisa “O sistema de Orientação Acadêmica no curso de Pedagogia a distância da Universidade Federal de Mato Grosso. Programa CAERENAD-Téléuniversitédu Québec, Canadá, 2003.

RAISH, Victoria; RIMLAND, Emily. Employer perceptions of critical information literacy skills and digital badges. College & Research Libraries, v. 77, n. 1, p. 87-113, jan. 2016.

ROBREDO, Jaime. Do documento impresso à informação nas nuvens: reflexões. Liinc em Revista, Rio de Janeiro, v. 7, n. 1, p. 19-42, mar. 2011. Disponível em: http://revista.ibict.br/liinc/article/view/3287. Acesso em: 10 set. 2021.

SANTOS, Vanessa Cristina Bissoli; SANTOS, Camila Araújo; BELLUZZO, Regina Célia Baptista. A competência em informação em articulação com a inteligência competitiva no apoio ao alinhamento estratégico das informações nas organizações. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, v. 6, n. 1, p. 45-60, 2016.

SANTOS, Elisangela Marina dos; DUARTE, Elizabeth Andrade; PRATA, Nilson Vidal. Cidadania e Trabalho na Sociedade da Informação. Perspectivas em ciência da informação, v. 13, n. 3, p. 208-222, 2008.

SCHERER, Angelo Luís; FARIAS, Josefa Gomes. Uso da rede social Facebook como ferramenta de ensino-aprendizagem em cursos de ensino superior. Revista Brasileira de Aprendizagem Aberta e a Distância, v.17, n.1, p.81-104, 2018.

SILVA, Camila Gonçalves; FIGUEIREDO, Vítor Fonseca. Ambiente virtual de aprendizagem: comunicação, interação e afetividade na EAD. Revista Aprendizagem em EAD, v. 1, n. 1, 2012.

SPUDEIT, Daniela. Programas para desenvolvimento de competências informacionais: implementação, metodologias e avaliação. In: ALVES, Fernanda Maria Melo; CORRÊA, Elisa Cristina Delfini; LUCAS, Elaine Rosangela de Oliveira (Org.). Competência em informação: políticas públicas, teoria e prática. Salvador: EDUFBA, 2016. p.235-277.

VITORINO, Elizete. Vieira; PIANTOLA, Daniela. Competência Informacional – Bases históricas e conceituais: construindo significados. Ciência da Informação, Brasília, v. 38, n.3, p. 130-141, set./dez. 2009.

UNESCO. Media and information literacy. 2008. Disponível em: http://unesdoc.unesco.org/ark:/48223/pf0000192971. Acesso em: 08 out. 2019.

ZUCCARI, Patrícia.; BELLUZZO, Regina. Celia. Baptista. A competência em informação e o perfil empreendedor no âmbito das organizações. Perspectivas em Gestão & Conhecimento, João Pessoa, v.6, n.esp., p. 61-71, jan. 2016.

Downloads

Publicado

2021-09-21

Edição

Seção

Artigos