Construction and Content Validation of an instrument for assessment holistic Knowledge Management

Autores

Palavras-chave:

Knowledge management. Holistic paradigm. Holistic knowledge management. Content Validation. Measurement. Diagnosis.

Resumo

Knowledge Management is a field of research that seeks to articulate the intricate relationship between the various organizational dimensions that influence in favor of knowledge. Measurement, as a dimension of this management, proposes to measure the level or capacity of knowledge management in organizational locus. However, the instruments for this purpose are expressed without an apparent psychometric assessment, as well as they do not articulate the holistic perspective, embodied by the totality of the critical dimensions for the success of this management. In the meantime, this research aims to build and validate an instrument for assessing holistic Knowledge Management. So, this is descriptive research with a quantitative approach, which makes use of the perception of four expert judges concerning the aspects of clarity, coherence, and pertinence of the statements of the constructed instrument. These aspects were analyzed using the Content Validation Coefficient method and must be equal to or greater than 0.70 to certify the quality of the questionnaire. The results express that the total coefficients, composed of all instrument items, are 0.87, 0.94, and 0.95 for each aspect, respectively, attesting to the quality of that instrument. Thus, this questionnaire can be applied for purposes of organizational diagnosis, which is an opportunity for future research.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Referências

BALCEIRO, R. B.; ANTÔNIO, J. A. C. Implantação da gestão do conhecimento: um estudo de caso em uma empresa de energia. In: RODRIGUEZ, M. V. R. y (org). Gestão do conhecimento e inovação nas empresas. Rio de Janeiro: Qualitymark Editora, 2010, p. 69-94.

BATISTA, F. F. Modelo de gestão do conhecimento para a administração pública brasileira: como implementar a gestão do conhecimento para produzir resultados em benefício do cidadão. Brasília: Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada – IPEA. 2012. Disponível em: <http://repositorio.ipea.gov.br/handle/11058/754>. Acesso em: 31 jul. 2017.

BEIRÃO, E. S. et al. A. Resenha do livro o paradigma emergente e a prática pedagógica. Revista de Administração FACES Journal, v.11, n.1, p.323-327, 2020.

BEM, R. M.; COELHO, C. C. S. R.; DANDOLINI, G. Knowledge management framework to the university libraries. Library Management, v.37, n.4/5, p.221-236, 2016. DOI http://doi.org/10.1108/LM-01-2016-0005

BUKOWITZ, W. R.; WILLIAMS, R. L. Manual de gestão do conhecimento: ferramentas e técnicas que criam valor para a empresa. São Paulo: Bookman, 2002.

CAJUEIRO, J. L. G. Modelo de gestão do conhecimento para instituições de ensino superior. 2008. Tese (Doutorado em Engenharia de Produção) -. Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2015.

CASTILLO, L. A. M.; CAZARINI, E. W. Integrated model for implementation and development of knowledge management. Knowledge Management Research & Practice, v.12, n.2, p.145-160, 2014. DOI http://doi.org/10.1057/kmrp.2012.49

CORRÊA, F. A Gestão do Conhecimento holística e a aderência do modelo Fivaz e Pretorius. Transinformação, v.32, p.3-9, 2020.

CORRÊA, F.; RIBEIRO, J. S. A. N.; PINHEIRO, M. M. K. Aspectos da Economia da Informação: Arquétipo Conceitual Econômico e Social. Informação & Informação (Online), v.22, p.185-214, 2017.

DAVENPORT, T. H; PRUSAK, L. Conhecimento empresarial: como as organizações gerenciam o seu capital intelectual. 11. ed. Rio de Janeiro: Campus, 1998.

FARÍAS, E. B.; MERCADO, M. T. C.; GONZÁLEZ, M. J. G. Modelo de gestión de conocimiento para el desarrollo de posgrado: estudio de caso. Revista Electrónica de Investigación Educativa, v.18, n.1, p.128-139, 2016.

FILGUEIRAS, A. et al. Tradução e adaptação semântica do Questionário de Controle Atencional para o Contexto Brasileiro. Estudos de Psicologia, v.32, n.2, p.173-185, 2015.

FIVAZ, A.; PRETORIUS, M. W. A knowledge management framework for manufacturing firms in South Africa. In: Engineering, Technology and Innovation/International Technology Management Conference, Belfast. Anais eletrônicos... Belfast: 2015. DOI http://doi.org/10.1109/ICE.2015.7438640

FUTAMI, A. H. Um Modelo de Gestão do conhecimento para a melhoria de qualidade do produto. 2001. Dissertação (Mestrado em Engenharia de Produçäo) - Universidade Federal de Santa Catarina, Florianópolis, 2001.

HANASHIRO, A. Proposta de modelo de gestão do conhecimento no piso de fábrica: estudo de caso de Kaizen em empresa do setor automotivo. 2005. Dissertação (Mestrado em Engenharia Mecânica) -. Universidade Federal do Paraná, Curitiba, 2005.

HERNÁNDEZ-NIETO, R. A. Contributions to statistical analysis. Mérida: Universidade de Los Andes, 2002.

MACEDO, C. C. et al. Estratégia de integração das práticas de gestão do conhecimento ao modelo de gestão do SERPRO. In: SANTOS, A. R. et al. (orgs.). Gestão do conhecimento: uma experiência para o sucesso empresarial. Curitiba: Champagnat, 2001, p.49-79.

MEINICKE, D. SANTOS, A. M. Formação continuada numa perspectiva da educação para a inteireza: uma necessidade do professor de creche. Revista Interritórios, v.5, n.9, 2019.

MIRANDA, A. V. S.; ARRUDA, M. P.; MELO, S. M. M. Paradigma do cuidado complexo em saúde: produção de conhecimento no campo da enfermagem. Interfaces Científicas-Educação, v.8, n.3, p.27-40, 2020.

MOSCOSO-ZEA, O. et al. Knowledge management framework using enterprise architecture and business intelligence. In: International Conference on Enterprise Information Systems (ICEIS), 18, 2016, Roma. Anais eletrônicos.... Roma: 2016. Disponível em: <https://scitepress.org/papers/2016/59160/59160.pdf>. Acesso em: 17 jun. 2020.

PEREIRA, H. J.; SKROBOT, L. C.; DANIELSSON, M. Gestão do conhecimento: um modelo corporativo integrado com foco na competitividade e sustentabilidade organizacional. In: RODRIGUEZ, M. V. R. y (org). Gestão do conhecimento e inovação nas empresas. Rio de Janeiro: Qualitymark, 2010, p.213-233.

PIRAQUIVE, F. N. D.; GARCÍA, V. H. M.; CRESPO, R. Knowledge management model for project management. In: International Conference on Knowledge Management in Organizations, 10., 2015, Maibor. Anais eletrônicos... Maribor: 2015. DOI http://doi.org/10.1007/978-3-319-21009-4_18

PROBST, G.; RAUB, S., ROMHARDT, K. Gestão do conhecimento: os elementos construtivos do sucesso. Porto Alegre: Bookman, 2002.

RICHTER, F. A. Cultura organizacional e gestão do conhecimento. In: ANGELONI, M. T. (org.). Organizações do conhecimento: infra-estrutura, pessoas e tecnologia. São Paulo: Saraiva, 2002, p.29-43.

SALZANO, K. et al. A Knowledge management framework and approach for clinical development. Therapeutic Innovation & Regulatory Science, v.50, n.5, p.536-545, 2016. DOI http://doi.org/10.1177/2168479016664773

SÁNCHEZ, I. R. A.; PONJUÁN DANTE, G. Diseño de un modelo de gestión de conocimiento para entornos virtuales de aprendizaje en salud. Revista Cubana de Información en Ciencias de la Salud, v.27, n.2, p.138-153, 2016.

SANTOS, V. C. B.; DAMIAN, I. P. M.; VALENTIM, M. L. P. A Cultura organizacional como fator crítico de sucesso à implantação da Gestão do Conhecimento em organizações. Informação & Sociedade, v.29, n.1, p. 51-66, 2019.

SILVEIRA, M. A. S. G. et al. Gestão de processo de compartilhamento do conhecimento tecnológico em uma empresa do setor elétrico (CEMIG). Informação & Informação, v.23, n.2, p.538-565, 2018.

TEIXEIRA FILHO, J. Gerenciando conhecimento. 2. ed. Rio de Janeiro: SENAC, 2000.

TERRA, J. C. C. Gestão do conhecimento: o grande desafio empresarial. 5ed. Rio de Janeiro: Elsevier, 2005.

ZANCHETA, F. H B; DAMIAN, I P M. Fatores críticos de sucesso na gestão do conhecimento: uma revisão bibliográfica. Biblos, v.33, n.1, p.23-45, 2019.

Downloads

Publicado

2021-12-29

Edição

Seção

Artigos