Estudos de comportamento informacional e de práticas informacionais para o desenvolvimento da competência em informação

Autores

  • Marta Leandro da Mata Universidade Federal do Espírito Santo

Palavras-chave:

Comportamento Informacional; Práticas Informacionais; Competência em Informação; Processo de ensino-aprendizagem; Educação formal, informal e não formal.

Resumo

Este artigo tem como objetivo trazer reflexões sobre como os estudos de comportamento informacional e práticas informacionais podem contribuir na elaboração de ações de competência em informação em ambientes de informação formais, informais e não formais. No que se refere aos procedimentos metodológicos, este estudo caracteriza-se como pesquisa exploratória e bibliográfica, de natureza qualitativa. No que diz respeito à análise dos resultados, fez-se a leitura e a análise dos documentos selecionados, realizando-se a extração e sistematização das possíveis relações entre os conceitos de comportamento informacional, práticas informacionais e competência em informação, os quais culminaram no desdobramento de uma revisão de literatura, contendo uma discussão sobre a temática proposta. Como resultados, observa-se que os estudos de usuários em suas diversas abordagens oferecem informações essenciais para auxiliar no planejamento, implementação e realização de programas e/ou ações de competência em informação em diversos locais, condizentes com as necessidades, características e peculiaridades dos indivíduos que fazem parte das instituições e de determinados ambiências, considerando-se a educação formal, informal e não formal.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Marta Leandro da Mata , Universidade Federal do Espírito Santo

Professora adjunta do Departamento de Biblioteconomia e do Programa de Pós-Graduação em Ciência da Informação da UFES. Pós-Doutorado em Ciência da Informação pela UEL. Doutora e Mestre em Ciência da Informação pela Unesp, com período de doutorado sanduíche na Universidade Carlos III de Madrid. Bacharel em Biblioteconomia pela Unesp. Líder do grupo de pesquisa "Competência em Informação e Processos Inter-relacionados".

Referências

ARAÚJO, C. A. A. Os estudos em práticas informacionais no âmbito da Ciência da Informação. In: ALVES, E. C. Práticas informacionais: reflexões teóricas e experiências de pesquisa. João Pessoa: UFPB, 2021.

ARAÚJO, C. A. A. Paradigma social nos estudos de usuários da informação: abordagem interacionista. Informação & Sociedade: Estudos., João Pessoa, v.22, n.1, p. 145-159, jan./abr. 2012. Disponível em: http://www.periodicos.ufpb.br/ojs/index.php/ies/article/view/9896. Acesso: 04 dez. 2021.

ASSOCIATION OF COLLEGE AND RESEARCH LIBRARIES (ACRL). Characteristics of programs of information literacy that illustrate best practices: a guideline. Chicago: ALA, 2019. Disponível em: https://www.ala.org/acrl/standards/characteristics. Acesso em 04 dez. 2021.

ASSOCIATION OF COLLEGE AND RESEARCH LIBRARIES (ACRL). Framework for information literacy for higher education. Chicago: ALA, 2016. Disponível em: https://www.ala.org/acrl/standards/ilframework. Acesso em 04 dez. 2021.

ASSOCIATION OF COLLEGE AND RESEARCH LIBRARIES (ACRL). Guidelines for instruction programs in academic libraries. Chicago: ALA, 2011. Disponível em: https://www.ala.org/acrl/standards/guidelinesinstruction. Acesso em 04 dez. 2021.

BARBOSA, E. T.; MATA, Marta Leandro da; PEREIRA, G. Ações de competência em informação voltadas para as bibliotecas escolares da Rede Municipal de Ensino de Vila Velha (ES). Páginas A & B: Arquivos & Bibliotecas, Porto, v. 13, p. 112-132, 2020.

CAMPELLO, B. Letramento informacional: práticas educativas de bibliotecários em escolas de ensino básico. 2009. 203 f. Tese (Doutorado em Ciência da Informação) – Escola de Ciência da Informação, Universidade Federal de Minas Gerais, Belo Horizonte, 2009.

CAPURRO, R. Epistemologia e ciência da informação. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO (ENANCIB), 5., 2003, Belo Horizonte. Anais [...]. Belo Horizonte: ANCIB, 2003.

CAREGNATO, S. E. O desenvolvimento de habilidades informacionais: o papel das universidades no contexto da informação digital em rede. Revista de Biblioteconomia e Documentação, Porto Alegre, v. 8, p. 47-55, 2000

CARTA DE MARÍLIA. In: SEMINÁRIO DE COMPETÊNCIA EM INFORMAÇÃO: CENÁRIOS E TENDÊNCIAS. 3., 2014, Marília-SP. Anais [...] Marília-SP: UNESP; UNB; IBICT, 2014. Disponível em: https://ofaj.com.br/textos_conteudo.php?cod=546. Acesso em: 04 dez. 2021.

CASCAIS, M. G. A; TERÁN, A. F. Educação formal, informal e não formal na educação em ciências. Ciência em Tela, Rio de Janeiro, v. 07, n. 02, 2014. Disponível em: http://www.cienciaemtela.nutes.ufrj.br/artigos/0702enf.pdf. Acesso em: 04 dez. 2021.

CHARTERED INSTITUTE OF LIBRARY AND INFORMATION PROFESSIONALS - CILIP. Cilip definition of information literacy 2018. Traducción al castellano: Sales, Dora (2020). Definición de alfabetización informacional de Cilip, 2018. Anales de Documentación, Múrcia, v. 23, n. 1, 2018. Disponível em: https://revistas.um.es/analesdoc/article/view/373811. Acesso em: 10 abr. 2021

FEDERAÇÃO BRASILEIRA DE ASSOCIAÇÕES DE BIBLIOTECÁRIOS, CIENTISTAS DE INFORMAÇÃO E INSTITUIÇÕES (FEBAB). Declaração de Maceió sobre a competência informacional. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO E CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 24., 2011. Anais [...]. Maceió: FEBAB, 2011. Disponível em: http://febab.org.br/declaracao_maceio.pdf. Acesso em: 15 dez. 2021.

FEDERAÇÃO BRASILEIRA DE ASSOCIAÇÕES DE BIBLIOTECÁRIOS, CIENTISTAS DE INFORMAÇÃO E INSTITUIÇÕES (FEBAB). Manifesto de Florianópolis sobre a competência em informação e as populações vulneráveis e minorias. In: CONGRESSO BRASILEIRO DE BIBLIOTECONOMIA, DOCUMENTAÇÃO E CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 25., 2013. Florianópolis: FEBAB, 2013. Disponível em: http://repositorio.febab.org.br/items/show/4554. Acesso em: 04 dez. 2021.

FIGUEIREDO, N. M. Estudos de uso e usuários da informação. Brasília: IBICT, 1994.

GRIGOLETO, M.; MATA, M. L.; VECHIATO, F. L. Abordagens sobre o sujeito informacional e suas inter-relações com a sociedade da informação. In: TANUS, G. F. S. C.; ROCHA, J. A. P.; BERTI, I. C. L. W. Práticas informacionais em diálogo com as Ciências Sociais e Humanas. Florianópolis: Rocha Gráfica e Editora, 2021. (Selo Nyota).

KUHLTHAU, C. C. Como orientar a pesquisa escolar: estratégias para o processo de aprendizagem. Belo Horizonte: Autêntica, 2010.

MARZAL, M. A.; SAURINA, E. Diagnóstico del estado de la alfabetización en información (ALFIN) en las universidades chilenas. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 20, n. 2, p. 58-78 2015. Disponível em: https://www.scielo.br/j/pci/a/5RMxrr3v3dzXyx8hBLhvWgs/?lang=es#. Acesso em: 04 dez. 2021.

MATA, M. L. Contribuições dos estudos acerca da competência em informação para a ciência da informação: uma análise a partir da produção científica do Enancib entre 2015 a 2019. Informação e Informação, Londrina, v. 26, n. 1, p. 232 – 263, jan./mar. 2021.

MATA, M. L.; ALCARÁ, A. R. Análise das práticas educacionais dos bibliotecários em bibliotecas universitárias com enfoque na educação de usuários e na competência em informação. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 2016, Salvador. Anais [...]. Salvador, BA: UFBA, 2016.

MATA, M. L.; CASARIN, H. C. S.; MARZAL, M. Á. La alfabetización informacional como disciplina curricular en la formación de bibliotecarios en España y Brasil. Anales de Documentación, Murcia, v. 19, n.2, p. 1-15, 2016. Disponível em: https://revistas.um.es/analesdoc/article/view/222171. Acesso em: 04 dez. 2021.

MATA, M. L.; GRIGOLETO, M. C.; LOUSADA, M. (2020). Dimensões da competência em informação: reflexões frente aos movimentos de infodemia e desinformação na pandemia da Covid-19. Liinc em Revista, Brasília, v. 16, n. 2, 2020. Disponível em: http://revista.ibict.br/liinc/article/view/5340/5116. Acesso em: 04 dez. 2021.

MATA, M. L.; PACHECO, C. G. Estudo de usuário da informação: uma investigação sob o prisma dos estudantes de graduação da Universidade Federal do Espírito Santo. Informação @ Profissões, Londrina, v. 10, n. 3, p. 85 – 102, set./dez. 2021. Disponível em: https://www.uel.br/revistas/uel/index.php/infoprof/article/view/44755/pdf_2. Acesso em: 10 jan. 2022.

MATA, M. L.; SILVA, H. C. Biblioteca escolar e aplicação da proposta da competência em informação no ensino fundamental. Revista CRB-8 Digital, São Paulo, v. 1, p. 28-39, 2008. Disponível em: https://brapci.inf.br/index.php/res/v/9241. Acesso em: 10 jan. 2022.

MATA, M. L.; GERLIN, M. N. M. Programa para a formação em competência em informação visando uma educação que auxilie no combate à desinformação: enfoque nos critérios de avaliação da informação e de fake news. In: ENCONTRO NACIONAL DE PESQUISA EM CIÊNCIA DA INFORMAÇÃO, 20, 2019, Londrina. Anais [...]. Londrina: ANCIB: PPGCI/UEL, 2019. Disponível em: https://conferencias.ufsc.br/index.php/enancib/2019/paper/view/1143/501. Acesso em: 04 dez. 2021

NASCIMENTO, M. A. S.; MATA, M. L. O comportamento informacional e a competência em informação: uma abordagem a partir do contexto das pessoas trans e travestis. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 17, n. esp. V Seminário de Competência em Informação, p. 01-19, 2021.

OTA, M. E. C. Educação de usuários em bibliotecas universitárias brasileiras: revisão de literatura nacional. Revista Brasileira de Biblioteconomia e Documentação, São Paulo, v. 23, n. 1/4, p. 58-77, jan./dez., 1990.

PINTO, F. V. M.; ARAÚJO, C. A. A. Estudos de usuários: quais as diferenças entre os conceitos comportamento informacional e práticas informacionais? Ciência da Informação em Revista, Maceió, v. 6, n. 3, p. 15-33, set./dez. 2019. Disponível em: https://www.seer.ufal.br/index.php/cir/article/view/8037. Acesso em: 10 mar. 2021.

ROCHA; E. C. F.; GANDRA, T. K.; ROCHA, J. A. P. Práticas informacionais: nova abordagem para os estudos de usuários da informação. Biblios, Lima, n. 68, p. 96-109, 2017. Disponível em: http://www.scielo.org.pe/scielo.php?script=sci_abstract&pid=S1562-47302017000300007&lng=es&nrm=iso. Acesso em: 10 mar. 2021.

SANTIAGO, S. M. N.; AZEVEDO NETTO, C. X. Educação de usuários: um estudo junto ao sistema integrado de bibliotecas da UFPE. Revista ACB, Florianópolis, v. 17, n. 2, p. 246-268, set. 2012. Disponível em: https://revista.acbsc.org.br/racb/article/view/835. Acesso em: 12 dez. 2021

SARACEVIC, T. Ciência da informação: origem, evolução e relações. Perspectivas em Ciência da Informação, Belo Horizonte, v. 1, n. 1, p. 41-62, jan./jun. 1996. Disponível em: http://portaldeperiodicos.eci.ufmg.br/index.php/pci/article/view/235. Acesso em 14 mar. 2021.

SAVOLAINEN, R. Information Behavior and Information Practice: reviewing the “umbrella concepts” of information‐seeking studies. The Library Quarterly: Information, Community, Policy, [s.l.], v. 77, n. 2, p. 109-132, abr. 2007.

URIBE TIRADO, A. 75 lições aprendidas de programas de competência em informação em universidades da Ibero-América: 2009-2013. REBECIN: Revista Brasileira de Educação em Ciência da Informação, São Paulo, v. 1, n. 2, p. 4-18, jul./dez. 2014.

WILSON, T. D. Human Information Behavior. Information Science Research, [s.l.], v. 3, n. 2, 2000.

WILSON, T; SAVOLAINE, R. The behaviour/practice debate: a discussion prompted by Tom Wilson's review of Reijo Savolainen's Everyday information practices: a social phenomenological perspective. Lanham: Scarecrow Press, 2009. Disponível em: http://informationr.net/ir/14-2/paper403.html. Acesso em: 09 jul. 2021

WILSON, T. D. A general theory of human information behaviour. Information Research, [s.l.], v. 21 n. 4, dec. 2016. Disponível em: http://www.informationr.net/ir/21-4/isic/isic1601.html. Acesso em: 08 mar. 2021.

WORLD WIDE WEB FOUNDATION. WEB INDEX 2012. Genebra: WORLD WIDE WEB FOUNDATION, 2012. Disponível em: http://thewebindex.org/wp-content/uploads/2012/10/2012-Web-Index-Key-Findings.pdf. Acesso em: 04 dez. 2021.

Downloads

Publicado

2022-06-07

Edição

Seção

Seção 1: Apontamentos e tendências teóricas em Competência em Informação