ATIVIDADES DE AVENTURA NOS CURRÍCULOS DE FORMAÇÃO INICIAL EM EDUCAÇÃO FÍSICA NO BRASIL

Autores

  • Evandro Antonio Correa Faculdades Integradas de Jahu (FIJ); Membro do Grupo de estudos e pesquisas históricas, sociológicas e pedagógicas em Educação Física – Unesp-Bauru; Membro do Núcleo de Estudos e Pesquisa das Abordagens Táticas nos Esportes Coletivos (NEPATEC) - Unesp-Bauru.
  • Mônica Delgado Grupo Interdisciplinar de Estudos do Lazer (GIEL/USP)

Resumo

Este estudo objetivou identificar nos currículos dos cursos de formação inicial em Educação Física a disciplina atividades/esportes de aventura, nas Instituições de Ensino Superior, públicas e privadas do Brasil. A pesquisa é de ordem qualitativa e se deu por meio do banco de dados do e-MEC (site) e nos sites das instituições de ensino superior, sendo que nestes últimos buscou-se a matriz curricular ou outro documento similar que indicasse as disciplinas relacionadas as atividades de aventura. Os resultados indicaram que 351 cursos oferecem a disciplina relacionada as atividades de aventura. Destes, apenas 68, apresentaram informações quanto a ementa, objetivos e conteúdos que versam sobre a história, conceitos, planejamento, organização, prática das atividades, técnicas, risco segurança, relações com meio ambiente, sustentabilidade, entre outros. Conclui-se que a temática atividades de aventura na formação do profissional de Educação Física é de relevância atual tendo em vista a dinâmica estabelecida entre os elementos que a constituem e a preparação e atuação desse profissional na sociedade contemporânea.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Evandro Antonio Correa, Faculdades Integradas de Jahu (FIJ); Membro do Grupo de estudos e pesquisas históricas, sociológicas e pedagógicas em Educação Física – Unesp-Bauru; Membro do Núcleo de Estudos e Pesquisa das Abordagens Táticas nos Esportes Coletivos (NEPATEC) - Unesp-Bauru.

Doutorando em Ciências da Motricidade -Pedagogia da Motricidade Humana UNESP/Rio Claro; Mestre em Ciências da Motricidade -Pedagogia da Motricidade Humana UNESP/Rio Claro; Especialista em Metodologia e Gestão para Educação a Distância - Universidade Anhanguera Uniderp; Especialista em Lazer e Animação Sócio-Cultural - UEL/PR; Especialista em Educação Ambiental - SENAC/RJ; Licenciatura Plena em Educação Física pela Escola Superior de Educação Física de Avaré (1998); Membro do NEPEF - Núcleo de Estudos e Pesquisa em Formação Profissional no Campo da Educação Física UNESP-Rio Claro; Professor na Fundação Barra Bonita de Ensino FAEFI (Faculdade de Educação Física de Barra Bonita); Professor Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos (UNIFEB); Membro pesquisador Associação Brasileira de Pesquisa e Pós Graduação em Estudos do Lazer (ANPEL); Tem experiência na área de Educação Física com ênfase em formação e intervenção profissional, atuando principalmente nos seguintes temas: Formação Profissional, Mercado de Trabalho, Lazer, Educação Física Escolar e tecnologia, atividades de aventura na natureza.

Mônica Delgado, Grupo Interdisciplinar de Estudos do Lazer (GIEL/USP)

Licenciada em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (1996), Bacharel em Estudos do Lazer pela Universidade Estadual de Campinas (1998) e Mestre em Educação Física pela Universidade Estadual de Campinas (2003), na área dos Estudos do Lazer. Tem experiência na área de Educação Física, com ênfase em Lazer, atuando principalmente nas áreas de hotelaria e turismo, enfatizando as questões do animador sociocultural e da animação sociocultural. 

Downloads

Publicado

2021-08-26